Cineasta iraniano exilado, Mohsen Makhmalbaf virá para o Fronteiras do Pensamento

Diretor de "A Caminho de Kandahar" será o convidado do clico de estudos do dia 31 de outubro

Trecho do filme A Caminho de Kandahar, do diretor iraniano Mohsen Makhmalbaf
Trecho do filme A Caminho de Kandahar, do diretor iraniano Mohsen Makhmalbaf Foto: Ver Descrição

Diretor de A Caminho de Kandahar (2001), vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Cannes e eleito pela revista Time como um dos cem melhores filmes da história, o cineasta iraniano Mohsen Makhmalbaf, 54 anos, será o conferencista do dia 31 de outubro no ciclo Fronteiras do Pensamento, em Porto Alegre. Ele falará na data prevista para o ex-presidente da Polônia Lech Walesa, impedido de vir por problemas de saúde.

Os passaportes para a conferência, no Salão de Atos da UFRGS, estão esgotados.
Autor de filmes como O Ciclista e Gabbeh, Makhmalbaf reflete em sua obra o tom humanista e político que o fez ser reconhecido como ativista dos direitos humanos e crítico dos aitaolás. Por conta disso, já foi preso e torturado e sofreu ameaças que o fizeram deixar o Irã em 2005, vivendo entre Afeganistão, Índia e França.

Leia nesta terça-feira (18) no Segundo Caderno um bate-papo com o cineasta.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna