Cirurgiões plásticos discutem a vaidade em livro

"Os mistérios da vaidade humana" fala dos limites na busca pela beleza

Especialistas são contra os excessos e questionam a busca de um padrão de beleza inatingível
Especialistas são contra os excessos e questionam a busca de um padrão de beleza inatingível Foto: O Globo

Os médicos Charles Sá e Natale Gontijo lançam em 27 de abril, na Livraria da Travessa (RJ), o livro “Os mistérios da vaidade humana” (Qualitymark), que discute a vaidade na sociedade atual. Cirurgiões plásticos da escola Ivo Pitanguy, eles são contra os excessos e questionam a busca de um padrão de beleza inatingível, mas admitem que uma cirurgia bem feita pode aumentar a autoconfiança das pessoas.

No livro, os autores abordam a mudança do conceito de beleza, a crise da autoestima, o processo de envelhecimento e os bons hábitos para manter a saúde, além de fazer um histórico da cirurgia plástica no Brasil e no mundo.

Qual é o maior mistério da vaidade humana hoje? O que as pessoas realmente querem, o que enxergam como estar bem, bonito?

Um grande mistério da vaidade humana é reconhecer que somos movidos pela busca de uma imagem perfeita. Somos reflexo do tempo em que vivemos e buscamos estar em harmonia com nossa própria imagem e o mundo que nos cerca. Sentir-se belo dá mais autoconfiança e assertividade. A contemplação de corpos perfeitos tem a ligação com o prazer de ver, mas também com o de ser visto.

Qual é a realidade da cirurgia plástica hoje?

Hoje somos o segundo país em número de procedimentos cirúrgicos. Só no ano passado foram realizadas 680 mil cirurgias no Brasil. Alguns excessos ainda acontecem, como o uso próteses de mama grandes demais e o uso indiscriminado de botox e preenchimentos na face. Hoje, o país intensifica sua mobilidade social, com 30 milhões de pessoas ingressando nas classes B e C. Este êxodo social irá aquecer mais ainda o mercado da beleza em 2011. A cirurgia plástica está cada vez mais deselitizada e mais acessível à população. A cirurgia plástica é uma ferramenta importante que, quando bem indicada e bem executada , confere melhores condições para se transitar pela vida com mais autoconfiança e tranquilidade, ajudando o homem na busca da felicidade. O importante é saber ter senso crítico e conviver com todas as etapas de nossas vidas com sabedoria e conexão com nossa própria essência.

Qual é o limite?

O limite sempre terá o fator naturalidade como referência. Qualquer mudança não pode parecer artificial e estigmatizante. Vale lembrar que em qualquer procedimento que não se atinja o resultado esperado, pelo cirurgião ou pelo paciente, pode ser revisto para que ambos se sintam felizes.

Qual é o problema mais corrigido hoje com a plástica?

A lipoaspiração e a cirurgia de prótese mamária são as cirurgias mais realizadas.

Que receita vocês dão para que se viva em paz com o espelho?

Considerando a própria imagem, procure valorizar suas qualidades e conviver em harmonia e em paz consigo mesmo. Se houver uma insatisfação maior, procure um bom profissional para corrigir aquilo que não agrada. O mais importante é ter em mente que preservar a imagem e suas características pessoais é fundamental para se manter natural e belo.

Leia mais
Comente

Hot no Donna