Como escolher o colchão e o travesseiro ideais

Saiba também qual a melhor posição para dormir

Posição correta para deitar é aquela que deixa a cabeça na mesma linha horizontal do resto do corpo
Posição correta para deitar é aquela que deixa a cabeça na mesma linha horizontal do resto do corpo Foto: Carlos Rodrigues, BD

Uma boa postura e a escolha adequada do travesseiro e também do colchão ajudam a ter uma boa noite de sono. Um sono reparador, como dizem os médicos. A posição correta ou mais confortável é aquela que alinha o corpo e o pescoço, ou seja, a cabeça deve estar na mesma linha horizontal do resto do corpo.

Isso pode ser facilitado nas seguintes posições: de lado, com um travesseiro que mantenha o pescoço reto, ou com as costas apoiadas sobre o colchão, também usando um travesseiro que não deixe o pescoço muito acima da linha do corpo nem afundado no travesseiro, abaixo dessa linha horizontal imaginária. É recomendável, por isso, evitar travesseiros muito duros ou muito altos.

– Independentemente de a posição ser a correta, o importante é a pessoa se sentir confortável. Não adianta dormir de barriga para cima se a pessoa não acordar no dia seguinte revigorada – alerta o ortopedista Gilberto Hiroshi Ohara, ligado ao departamento de ortopedia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Nessa linha, fica mais fácil entender por que dormir de bruços pode ser prejudicial.

– A barriga para baixo faz uma pressão sobre os ombros, e a pessoa gasta energia para manter essa posição, assim como gasta energia para manter as pernas junto aos joelhos, por exemplo. Gastar energia significa não descansar durante o sono – afirma Ohara.

Ainda segundo o especialista, ao longo dos anos as posições inadequadas podem gerar algum problema na coluna ou no pescoço – o famoso torcicolo. As dores podem se intensificar, e o correto é procurar um médico para corrigir o problema.

Assim como um travesseiro muito alto, um colchão muito duro pode ser prejudicial.

– Passamos um quarto do dia dormindo, de seis a oito horas. Um colchão duro, portanto, não favorece o sono – diz.

O ortopedista diz que as dores na coluna ou no pescoço não estão ligadas sempre à posição de dormir ou com o tamanho do travesseiro. Segundo ele, uma ressonância pode diagnosticar o problema e favorecer o tratamento correto.

– Pode se tratar de uma hérnia de disco ou de um tumor.

Além disso, a pneumologista Luciana Palombini, do Instituto do Sono da universidade, lembra que não dar sustentação correta ao pescoço pode favorecer o aparecimento do ronco e da apneia (parada momentânea da respiração durante o sono). Para quem é alérgico, o cuidado com o travesseiro e com o colchão deve ser redobrado. A poeira e, consequentemente, os ácaros devem ficar bem longe. Usar capas em travesseiros e colchões e lavá-las com frequência ajuda a diminuir a poeira, afirma a médica.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna