Como escolher os produtos de beleza de acordo com seu tipo de pele

Observe as informações da embalagem antes de aquirir um novo item

Foto: Divulgação, Stock.Xchng

A escolha de produtos de beleza e dermocosméticos depende da identificação das necessidades de cada pele. Há muitas opções de produtos e marcas, o que pode gerar dificuldade na hora da escolha, pois dela resultará a visível melhora da pele e sua consequente satisfação.

Esses procedimentos devem vir sempre acompanhados de comportamento e hábitos saudáveis, incluindo atividade física, alimentação equilibrada e cuidados com a exposição ao sol. Para cada pele existem produtos específicos, com os quais deve-se proceder a cuidados básicos comuns a todos os tipos, como a esfoliação – que deve ser feita pelo menos uma vez por semana, para promover renovação da pele e melhorar sua aparência -, seguida de limpeza, tonificação, hidratação e aplicação de filtro solar (em gel, para peles oleosas e mistas).

A farmacêutica bioquímica e cosmetóloga Joyce Rodrigues, diretora científica da Biomarine e Cosmobeauty, dá algumas dicas sobre o assunto.
 
Pele normal

Tem aspecto suave e de textura macia ao toque. Tem maior resistência a agressões físicas, como poluição ou variações de temperatura. A quantidade de lipídeos é perfeita para manter a hidratação, não sendo propícia ao desenvolvimento de manchas ou acne.
Como tratá-la: nesse tipo de pele, está liberada a utilização de todas as formas cosméticas, sejam géis, cremes, géis-creme ou loções. Porém, para manter esse equilíbrio, a limpeza, tonificação e hidratação não podem ser deixadas de lado.O uso de produtos com ácido hialurônico auxilia na manutenção das características da pele normal.

Pele oleosa

Apresenta visível excesso de brilho, principalmente na Zona T (testa, nariz e queixo). A pele é untuosa ao tato, em razão da intensa atividade das glândulas sebáceas. Na maioria dos casos, a pele oleosa é acompanhada do surgimento de acne e comedões (cravos ou pontos negros).

Como tratá-la: esse tipo de pele apresenta pH alcalino e intensa atividade das glândulas sebáceas, com brilho e oleosidade constantes e maior tendência à acne. Por isso, a atenção e os cuidados devem ser ainda mais intensos. São indicados produtos Oil Free (livres de óleo) que contenham melaleuca, argila, enxofre e ácido salicílico. Para tratamento profissional, Joyce sugere um peeling com ácido salicílico, que exerce ação queratolítica e antimicrobiana, controla a oleosidade, inibe a formação de novas acnes e comedões e, ainda, auxilia na renovação da pele, através da descamação. Outro ativo indicado é a resorcina, que, associada ao ácido salicílico, potencializa o tratamento, auxiliando na desobstrução da acne e das áreas inflamadas.

Pele seca

Os principais indicativos da pele seca são a coloração rosada e a aspereza ao toque, além de propensão à irritação. Também tem facilidade de surgimento precoce de linhas e rugas de expressão.

Como tratá-la: apresenta pH ácido, desvitalização e poros fechados; além de maior tendência ao surgimento precoce de linhas e rugas. Na pele seca, a camada córnea tem dificuldade de retenção de água, daí a dificuldade em permanecer hidratada. Por isso, a primeira necessidade é a hidratação. Para solucionar esse problema, devem-se utilizar hidratantes em creme ou emulsões que contenham ativos que repõem os lipídeos essenciais para hidratação completa, além de formar um filme que protege contra o estresse ambiental ao qual a pele seca costuma apresentar sensibilidade. Evite usar produtos em gel, que não proporcionam hidratação. 
 
Pele mista

A característica mais típica dessa pele é a falta de uniformidade quanto ao aspecto, ou seja, em alguns pontos a pele é seca ou normal, e em outros é oleosa (principalmente na zona T), podendo apresentar poros abertos e comedões.

Como tratá-la: esse tipo de pele exige produtos que equilibram, ou seja, diminuem a oleosidade na região da zona T e aumentam a hidratação no restante da face. A pele mista apresenta algumas regiões com intensa atividade da glândula sebácea e outras, não. Produtos em consistência de creme deve ser utilizado nas partes secas, e o gel nas nas oleosas.

Fonte: Em Pauta

Leia mais
Comente

Hot no Donna