Como melhorar o ambiente de trabalho para que ele não prejudique a saúde

Equipamentos e objetos devem ser alcançados sem esforço

Pigmento, organizado em nanopartículas, penetra na estrutura do fio mais rapidamente
Pigmento, organizado em nanopartículas, penetra na estrutura do fio mais rapidamente Foto: Júlio Cordeiro, BD

O monitor do computador fica justamente a sua frente? A parte superior do aparelho está na altura de seus olhos? Você alcança confortavelmente, e sem se esticar, o teclado, o mouse, os arquivos e o telefone?

Para trabalhar com conforto e sem dores, leve em conta esses e outros fatores relacionados a seu corpo e ao ambiente. O Grupo de Ergonomia e Novas Tecnologias (Gente) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que estuda as interações entre o homem e o ambiente de forma a promover o bem-estar, e a médica espanhola Begoña Rodríguez, especializada em medicina do trabalho ensina como melhorar o seu ambiente de trabalho para que ele não prejudique sua saúde:

1 – Mantenha a postura: independentemente se você trabalha a maior parte do tempo em pé ou sentado, o ideal é que mantenha uma postura erguida, com as costas retas. Para isso, mantenha a cabeça levantada.

2 – Procure uma iluminação homogênea: se houver mais luz no ambiente do que no monitor, ou o contrário, você precisará fazer um esforço de reajuste cada vez que tirar os olhos da tela.

3 – Tenha tudo ao alcance das mãos: Localize os diversos elementos da mesa de trabalho (monitor, teclado, documentos) para que possa tê-los à vista sem que isso requeira excessivas mudanças de acomodação.

4 – Controle a claridade do monitor: lembre que a imagem da tela do computador deve ser estável e não pode piscar.

5 – Faça pausas no trabalho: A cada dez minutos,  fixe o olhar em um objeto o mais distante possível durante cinco ou dez segundos, e procure realizar mudanças de atividade, evitando ficar o tempo todo em frente à tela.

6 – Mantenha distância do monitor: fique a uma distância de 45 a 60 centímetros do monitor, e utilize um tamanho de letra que seja legível sem esforço.

7 – Organize seu local de trabalho: além de manter uma postura adequada, procurando manter o corpo erguido e a cabeça levantada, use uma mobília ergonômica, ou seja, que adapte a seu corpo de forma natural, e reduza ao mínimo as posturas e movimentos forçados.

8 – Evite movimentos forçados: as dores nos músculos da região do pescoço e dos ombros podem ser agravadas por uma mesa alta demais ou por causa da falta de um suporte para colocar as minutas de trabalho ou textos, o que obriga continuamente a girar a cabeça.

9 – Controle as posturas incorretas diante da tela: algumas das mais frequentes são a inclinação excessiva da cabeça, a inclinação do tronco para frente ou a rotação lateral da cabeça.

10 – Em boa forma: Pratique esportes e ginástica que fortaleçam a musculatura das costas. A natação é especialmente adequada. E pratique exercícios leves de alongamento durante a jornada de trabalho.

Leia mais
Comente

Hot no Donna