Confira uma check-list da necessaire para curtir o verão com a beleza em alta

Hidratar o corpo e a pele ajuda a passar pela estação com tudo em dia

Foto: Eduardo Carneiro

A estação do sol traz consigo prazeres típicos da época, como as férias em família, a prática de atividades ao ar livre, viagens à praia e banhos de piscina. O período, porém, também exige cuidados extras no que diz respeito à proteção da pele, que sofre a ação de uma série de agentes que agridem o tecido.

Para prevenir as consequências negativas dessa exposição excessiva, profissionais dão dicas de procedimentos simples que evitam que se guarde lembranças desagradáveis do verão, depois que a estação termina. Quem pretende curtir os meses de calor sem abrir mão da saúde, pode aproveitar o mês de novembro para preparar o organismo. Beber bastante líquido, fazer exercícios, se alimentar corretamente e abusar dos hidratantes são algumas das recomendações sugeridas pelas dermatologistas Caroline Garcia Feijó e Suzana Hampe.

1. Beber água
A ingestão de água em abundância é o melhor hidratante para a pele, pois age de dentro para fora. A água hidrata os tecidos e deixa a pele mais macia, com aspecto saudável e preparada para outros procedimentos, como o bronzeamento por loções e os tratamentos mais intensos, realizados em consultório.

2. Evitar o cigarro
As substâncias presentes no cigarro mudam a cor da pele, deixando o tecido amarelado. A pele tende a engrossar e a circulação fica comprometida, podendo originar vasos dilatados.

3. Manter uma alimentação saudável
Por trás da coloração de cada legume e verdura há nutrientes e vitaminas específicas, por isso é importante manter uma alimentação saudável e equilibrada durante todo o ano. Os alimentos em tons amarelados e os vegetais de folhas escuras (como cenoura, abóbora, espinafre e couve) possuem maior teor de betacaroteno. A ingestão moderada dessa substância confere algum grau de proteção solar, além de deixar a pele com uma cor mais bonita.

4. Fazer exercícios
A prática de atividades físicas libera uma série de substâncias que melhoram a aparência, o colorido e a textura da pele. Além disso, o exercício ajuda a eliminar substâncias tóxicas.

5. De olho no sol
Todo o tipo de bronzeamento é nocivo ao organismo, uma vez que o acúmulo de melanina ? substância responsável pela coloração mais escura _ é uma reação da pele à agressão dos raios solares. Para evitar o câncer de pele, é importante não se expor ao sol no período entre as 10h e as 16h, e usar sempre filtro solar. Vale lembrar que, mesmo o bronzeado obtido de forma controlada e com proteção, acelera o processo de envelhecimento da pele, destruindo uma série de estruturas responsáveis por sua sustentação. A dica é que as regiões mais sensíveis e normalmente mais expostas (rosto, pescoço, colo e mãos) sejam protegidas com bloqueador solar. Para uniformizar a cor com o resto do corpo ? que pode ser bronzeado com moderação ? sugere-se o uso de loções autobronzeadoras.

6. Hidratar a pele
A pele do corpo chega nessa época já ressecada em função do frio, dos banhos demorados e da água quente. O hidratante deve ser usado ao longo do ano e, de preferência, ser aplicado após o banho, com a pele ainda úmida. Este é o momento de maior absorção do produto. A água do mar e o cloro da piscina ressecam ainda mais o tecido, por isso é importante deixá-lo bem hidratado e protegido das agressões do verão.

7. Tratamentos
Muitos mitos envolvem os tratamentos estéticos realizados no verão. Alguns procedimentos realmente devem ser evitados ou feitos com cuidados redobrados, outros, porém, estão liberados. Aplicação de toxina botulínica, preenchimentos de sulcos e rugas, peelings físicos e sem interação com luz ? como os peelings de cristais ?, aplicação de máscaras de hidratação e tratamentos com equipamentos anticelulite podem ser feitos tranquilamente. A depilação com laser não deve ser feita durante o verão, mas quem sofre com pelos encravados ainda tem tempo para realizar algumas sessões que prometem aliviar o problema.

Check-list da necessaire para o verão:

1. Bloqueador Solar (com fator alto, para rosto, pescoço, colo e mãos)
2. Protetor Solar (com fator moderado, para o resto do corpo)
3. Protetor Labial
4. Óculos escuros (as lentes de qualidade devem proteger os olhos dos raios ultravioletas e o uso ajuda a evitar a formação de rugas na região)
5. Hidratante, que pode conter Vitamina C em sua fórmula (a vitamina C age em sinergia com o protetor solar, trabalhando a favor dele)
6. Loções noturnas com agentes antiradicais livres e anti-inflamatórios
7. Sabonete líquido facial, com fórmula adequada a cada tipo de pele

Leia mais
Comente

Hot no Donna