Consultora ensina mulheres a como vencer a vergonha de ir a uma sex shop

Insegurança ainda é o principal motivo apontado pelo público para não comprar itens eróticos

Certas posições sexuais exigem que o parceiro se apoie no pulso, o que causa dor
Certas posições sexuais exigem que o parceiro se apoie no pulso, o que causa dor Foto: Divulgação, Stock.Xchng

A publicitária e consultora de marketing Paula Aguiar é especializada em negócios de produtos eróticos. Autora dos livros Guia de Negócios Sex Shop (Vol 1 e 2) e Manuais My Vibe (para vibradores), a profissional escreve o artigo abaixo incentivando mulheres a “perderem a vergonha” e conhecerem itens para seu prazer sexual. Veja as dicas e deixe sua opinião nos comentários!

Por Paula Aguiar

Enquanto os clientes estão tentando arrastar sex shops para o século 21, a realidade é que muitas, a maioria das sex shops ainda dependem de nossa insegurança, medo e ignorância, a fim de sobreviver, oferecendo mau serviço ao cliente, e produtos de má qualidade a preços inflacionados.

A boa notícia é que já há dezenas de lojas de produtos eróticos excelentes dentro e fora da internet – e ninguém mais tem que sofrer para comprar produtos em sex shops de má qualidade. O truque é saber quais sexshops você pode confiar. Aqui estão algumas dicas de como saber se o comércio que você está comprando vale o seu tempo e dinheiro.

:: Comece com recomendações de outras pessoas (se possível)
A recomendação de alguém é a melhor opção para encontrar uma sexshop boa. Alguém que você sabe realmente que comprou lá pode oferecer sua experiência e conhecimento em primeira mão. Da mesma forma, se você encontrar uma Sexshop boa espalhe a notícia. Se todos nós tratarmos sexshops como qualquer outro negócio, eles vão ter que começar a agir como as outras empresas, e agir de acordo com as melhores práticas comerciais, se eles querem manter seus clientes.  

:: Visite a loja em pessoa quando você puder
Qualquer sexshop vale sua visita, assim terá a oportunidade de verificar todos os produtos disponíveis, sentir e tocar as suas compras em potencial. Compra pessoal é a melhor maneira de reduzir o risco de um produto ser comprado de forma errada. Se em sua cidade não tem uma sexshop, quando viajar aproveite para visitar sexshops e conhecer os produtos à venda, pois ganhará em conhecimento para as compras on-line e se não pode comprar pessoalmente, ao menos seja vigilante sobre a avaliação da sex shop virtual antes de comprar on-line.

:: Teste o serviço de atendimento ao cliente
Se você for fazer compras pessoal ou on-line, faça algumas perguntas antes de efetuar uma compra testando assim o serviço de atendimento ao cliente da sexshop. A melhor maneira de fazer isso é através do envio de algumas perguntas por e-mail. Baseado na velocidade com que eles respondem e o que você pensa das suas respostas você pode ter uma noção dos seus serviços. Se você for fazer compras pessoalmente faça algumas perguntas, ou se você não estiver confortável com isso, ligue para a sexshop e pergunte antes de ir até lá, sobre os produtos e políticas de troca ou devolução. 

:: Faça perguntas sobre o produto
Faça perguntas para testar os conhecimentos dos vendedores da sexshop sobre os produtos eróticos em geral e para saber também as sugestões de compras deles. Por exemplo, pergunte se eles têm um Rabbit rotativo com pérolas em estoque, qual é a diferença entre um vibrador personal e um vibrador pocket. Peça-lhes para fazer uma recomendação (por exemplo, eu estou procurando um filme de sexo explícito, mas não muito atrevido? Ou qual é um bom vibrador para iniciantes?) Isso também pode dar-lhe um sentido para saber se eles estão apenas tentando empurrar o produto mais caro para você. A sex shop boa fará mais do que uma sugestão, e incluirá uma gama de produtos a preços bem diferentes para que possa escolher dentro das suas condições.

:: Informe-se sobre as questões de política
As duas perguntas mais importantes que podem distinguir sexshops boas das ruins são as políticas sobre privacidade e de devolução. Se você for fazer compras on-line, o que acontece se um produto chega já quebrado? Quem paga o frete de retorno? Quanto tempo de garantia que eles oferecem para vibradores? Será que eles oferecem uma garantia de satisfação, ou você pode devolver apenas produtos, se eles estão com defeito de fábrica? Em termos de privacidade, que tipo de informação dos clientes eles arquivam, o site é instalado em ambiente seguro, com cadeado?

:: Compare os preços
Se você estiver navegando, é fácil comparar preços. Se você está comparando as lojas de sexshop na sua cidade, você também pode simplesmente ligar e perguntar sobre os preços. Há uma enorme diferença nos preços de produtos das sexshops, e a idéia é evitar as lojas que praticam preços inflacionados. Às vezes, você vai pagar mais caro por um melhor serviço ao cliente, e isso pode bem valer a pena.

:: Confira a responsabilidade social
Boas sexshops criam laços com organizações comunitárias e possuem uma boa linha de produtos de qualidade e preocupação ambiental. Se você for fazer compras on-line, confira a seção de links no blog da empresa ou nas redes sociais. A lista de links na rede pode dizer muito sobre a empresa. Se você for fazer compras pessoalmente, verifique se a loja oferece literatura de saúde sexual ou alguma informação importante para prevenção a AIDS ou ainda se participa de campanhas contra a pedofilia ou vícios do sexo. As melhores lojas de sexo sempre são engajadas. 

:: A loja ideal está dentro do seu orçamento?
Há várias modalidades de lojas no mundo, sex shops para os trabalhadores do sexo como strippers e afins; lojas ou boutiques eróticas para as mulheres, sexshops para os aficionados em vídeos pornôs ou para sadomasoquistas, e sexshops que estão abertas a todos. Algumas das sexshops de maior sucesso começou de forma radical, com um foco muito estreito, mas descobriu que sua base de clientes expandiu, precisando assim ampliar seu mix de produtos oferecendo uma boa experiência para os clientes em geral. Felizmente, hoje em dia, as sexshops mais modernas,que oferecem o melhor serviço ao cliente, muitas vezes são aquelas com os melhores preços. Mas em geral, se você olhar ao redor o suficiente, provavelmente poderá encontrar uma que se encaixe bem ao seu perfil e que torne confortável a compra de produtos eróticos independente de preço.

Outras dicas:

:: Evite sexshops que não têm uma política de privacidade, troca ou devolução, quer em seu site ou visível na loja.
:: Não compre em lojas virtuais que não respondem prontamente às questões por e-mail. Respostas automáticas não contam. Se você não obtiver uma resposta de uma pessoa dentro de 24 horas por e-mail, compre em outra loja.
:: Não compre em lojas virtuais que não apresentam abertamente um número de telefone. A empresa que não oferece um número de telefone para os clientes não oferece um bom atendimento.
:: Seja cauteloso com sex shops que fazem alegações agressivas (positiva ou negativa) sobre os produtos ou outros lojas. Se uma sexshop está pressionando você a comprar algo, ou dizendo que eles só vendem produtos de boa qualidade, e todas as outras empresas vendem produtos de má qualidade, seja cuidadoso. A boa sexshop vai oferecer informações e apoio para que você tome sua própria decisão, e não lhe dizer o que deve decidir a comprar ou falar mal de outras lojas ou produtos.
:: Evite sex shops que vendem produtos de alto preço, e que não consegue explicar-lhe porque é que são mais caros. Se a resposta é que os produtos mais caros dão maior prazer, eles estão mentindo. Produtos mais caros devem durar mais tempo, pois são feitos de material de melhor qualidade, ou tem algum outro benefício concreto que deve ser apresentado a você. Não presuma que um produto erótico mais caro vale a pena pelo só porque é mais caro, isto é uma grande ilusão. E boas compras!

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna