Consumo de açúcar é tão vicioso quanto o das drogas, diz estudo

As guloseimas liberam dopamina na mesma parte do cérebro que é acionada em viciados em cocaína

O açúcar é o principal produtor dos opióides no cérebro
O açúcar é o principal produtor dos opióides no cérebro Foto: Sxc, Divulgação

Você sabia que o açúcar pode causar efeitos no cérebro capazes de tornar o seu consumo tão viciante quanto o da cocaína ou do álcool? Isso é o que têm defendido especialistas norte-americanos do Brookhaven National Laboratoy. A informação é do site da Revista Marie Claire.

De acordo com os pesquisadores, quando consumido, o açúcar estimula a liberação de dopamina na mesma parte do cérebro que é acionada em viciados em cocaína ao ingerirem ou apenas verem uma porção da droga.

Com essa informação, somada à afirmação de que o consumo de doces libera epióides ? substâncias produzidas pelo organismo que promovem a sensação de euforia, assim como o ópio ? , chega-se à conclusão de que a ação conjunta da dopamina com o opióide potencializa uma série de reações químicas de tal forma que elas podem acontecer cada vez que a pessoa pensa em comida, mesmo sem estar com fome.

E o açúcar é o principal produtor dos opióides no cérebro. Quando privado dessa substância, seja ela vinda de drogas ou de doces, o cérebro faz o organismo reagir com variações de humor semelhantes às de uma crise de abstinência de um viciado.

Em entrevista à Marie Claire, a endocrinologista Maria Edna de Melo classificou como exagero a comparação de açúcar com o vício em drogas. Segundo ela, o a falta de açúcar no organismo pode ser comparada aos efeitos do vício em cafeína, que também é capaz de gerar crises de abstinência.

Leia mais
Comente

Hot no Donna