Corrida na areia é ótima opção para quem quer manter a forma na praia

Antes de começar a prática, é importante conhecer suas condições de saúde

Início pode ser com caminhadas, evoluindo para caminhadas intercaladas com corridas
Início pode ser com caminhadas, evoluindo para caminhadas intercaladas com corridas Foto: sxc.hu

De um lado, o mar. Do outro, a faixa de areia. Correr na beira da praia é ter a seus pés um cenário perfeito, com direito à brisa, ar puro e banho refrescante como recompensa. Porém, não é no período de férias que iniciantes devem começar a desenvolver um trabalho aeróbico tão intenso. O que se corre, aí, é o risco de ganhar lesões, cujos diagnósticos mais comuns são fadigas musculares, entorces de tornozelo e joelho, contusões, entre outros.

? É bastante comum ver pessoas que vão à praia e resolvem entrar em forma a qualquer custo, na tentativa de recuperar o tempo perdido o mais rápido possível. Elas esquecem que antes de “sair correndo” é preciso de bom preparo físico, que é fundamental para evitar lesões? adverte o fisioterapeuta César Abs de Agosto.

Por isso, antes de começar a prática, é importante conhecer suas condições de saúde, tanto do ponto de vista clínico, quanto do aparelho locomotor. Após uma avaliação médica, o ideal é iniciar o treino gradativamente, preferencialmente, com orientação de um profissional de educação física. O início poderá ser com caminhadas, evoluindo para caminhadas intercaladas com corridas e, depois, corridas contínuas. Mas sempre respeitando seus parâmetros de condição física e de saúde, informa o médico Felix Drummond, especialista em Medicina do Exercício e Esporte Gestor Centro de Medicina do Exercício e Centro de Fisioterapia Mãe de Deus.

Para os que estão aptos a desfrutar dos inúmeros benefícios desse esporte, é importante não esquecer que correr em terreno arenoso é bem diferente do que suar numa esteira ou no asfalto. De acordo com Drummond, a areia mais firme, mais próxima do mar, é considerada um bom piso, pois tem maciez. Ainda assim, é necessário cuidar a inclinação, que pode incidir forças diferentes, com risco de sobrecarregar as articulações de joelhos e tornozelos.

? Não recomenda-se que principiantes corram em areia solta, pois o piso é instável e a sobrecarga para músculo, tendões e articulações é grande. Por outro lado, os mais experientes poderão se beneficiar do reforço muscular, exercícios de equilíbrio, reforço muscular e trabalho de potência ? indica Drummond.

O especialista acrescenta ainda que a atividade melhora a capacidade física geral, possibilita controle e diminuição de indicadores de doença (gordura, colesterol, glicose, pressão arterial) e melhora da sensação de bem estar físico e mental:

? Como já é sabido, fazer exercícios regularmente previne doenças, promove a saúde levando a uma qualidade de vida melhor. O sedentarismo, ou seja, a inatividade física é considerada um fator de risco para várias doenças conhecidas, principalmente as do coração, assim como o fumo, colesterol elevado, pressão alta, hereditariedade, obesidade e estresse.

O treinador de corrida, Eduardo Schütz, ressalta que ninguém deve começar a correr sem realizar antes um exame físico ? realizado por um professor de Educação Física. É este teste que vai indicar o grau de intensidade ideal de para cada treinamento.

Sobre os benefícios da prática na areia, Schütz explica que as pessoas que já correm conseguem uma tonificação ainda maior de glúteos, coxas, panturrilha, abdômen e coluna lombar, por se tratar de um trabalho muscular mais intenso, inclusive com um gasto calórico maior. Segundo ele, também há um aumento do estímulo proprioceptivo (o que traz um maior controle das articulações).

? É importante não esquecer de acertar bem o ritmo e cuidar obstáculos naturais. Variações de percurso para não ficar na mesma inclinação de areia também é importante. Mas o mais importante mesmo é saber respeitar seus próprios limites ? considera o treinador.

CORRIDAS EM DIFERENTES TIPOS DE SOLO

? Asfalto

O asfalto necessita calçado adequado devido ao piso duro, porém, em geral, traz menos riscos de lesões por não ter obstáculos (um bom asfalto). Um ponto negativo seria a poluição das ruas. Correr perto de parques arborizados pode minimizar esse efeito.

? Esteira

A esteira, em geral, absorve bem o impacto, permite manter a velocidade e/ou inclinação de acordo com as necessidades e a capacidade do praticante. Permite a prática em dias de muita chuva e/ou extremos climáticos (ambiente climatizado), e ainda conta a alternativa de televisão e música para distrair.

? Areia

A areia mais firme, mais próxima do mar, é considerada um bom piso, pois tem maciez. Ainda assim, é necessário cuidar a inclinação, que pode incidir forças diferentes, com risco de sobrecarregar as articulações de joelhos e tornozelos. Já a areia fofa propicia um trabalho muscular aumentado, principalmente da panturrilha, pois usamos muito mais a ponta do pé no apoio e impulsão, bem como de toda a cadeia muscular posterior, trabalhando para manter o equilíbrio. Esse trabalho pode gerar dores musculares por fadiga, e até mesmo cãibras.

Dicas para exercitar-se

? Não pratique exercícios em jejum. Faça uma refeição leve, pelo menos 30 minutos antes da atividade física

? Utilize vestimentas adequadas para a estação. Excesso de roupas no verão pode levar à desidratação. No inverno, preocupe-se em proteger as extremidades (cabeça, mãos e pés)

? Utilize calçados adequados, preferencialmente tênis com solado que absorva o impacto, tenha boa estabilidade, conforto e ventilação

? Antes de iniciar, faça um alongamento das principais articulações e um aquecimento da musculatura

? Procure manter-se sempre bem hidratado. Beba água antes, durante e depois

? No verão, faça exercícios nos horários de menor calor, início da manhã e final de tarde. No inverno, evite o frio excessivo

? Aumente gradativamente o esforço e, no final, diminua de forma paulatina até parar. Faça uma nova sessão de alongamento no término dos exercícios

Preste atenção

Qual o melhor exercício? Não há uma resposta certa. A melhor atividade física é aquela que o praticante gosta e que lhe dá prazer. A caminhada é o exercício mais fácil e acessível. Ela traz poucos riscos, se realizado dentro de limites adequados, e determina um bom condicionamento cardiorrespiratório. Natação, ciclismo, dança, Pilates. Escolha a atividade que mais combina com você e com sua rotina e mantenha-se ativo.

DICA ZH

Pessoas que apresentam dor no peito, falta de ar, problemas articulares ou que saibam que têm problemas médicos importantes, devem, obrigatoriamente, fazer uma avaliação médica antes de começar a praticar qualquer atividade física

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna