Crianças amamentadas por pelo menos quatro meses têm menos problemas comportamentais

Pesquisa com dez mil mães e seus bebês sugere que o benefício seria resultado da grande interação entre mãe e filho que acontece neste período

Amamentação já é associada a outros bons resultados para os bebês, como baixas taxas de infecção e obesidade na vida futura
Amamentação já é associada a outros bons resultados para os bebês, como baixas taxas de infecção e obesidade na vida futura Foto: Arivaldo Chaves, BD

Um estudo realizado na Inglaterra vem acrescentar mais um item à lista de benefícios do leite materno para os bebês. Pesquisadores de Oxford concluíram que crianças que são amamentadas por quatro ou mais meses desenvolvem menos problemas comportamentais. A pesquisa, envolvendo dez mil mães e seus bebês, sugere que o benefício seria resultado da grande interação entre mãe e bebê que acontece neste período.

A amamentação já é associada a outros bons resultados para os bebês, como baixas taxas de infecção e obesidade na vida futura. Os cientistas analisaram os hábitos de alimentação de mais de 10 mil mães e seus bebês envolvidos num grande estudo conhecido como Millennium Cohort Study. O resultado foi publicado revista “Archives of Disease in Childhood”.

As mães foram orientadas a avaliar problemas em seus filhos com idade de cinco anos, incluindo ansiedade, agitação e hábitos de mentir ou roubar. Apenas 6% das crianças que foram amamentadas mostraram sinais de problemas de comportamento, contra 16% das que tiveram outros tipos de alimentação.

Mulheres que amamentam costumam ser mais velhas, ter um nível de formação educacional mais avançado, e classe socioeconômica maior também, o que pode contribuir para o surgimento de menos problemas comportamentais nas crianças. Mas mesmo os pesquisadores, das Universidades de Oxford, Essex, York e da College London, levando esses dados em conta, eles ainda descobriram que havia um risco 30% maior de problemas de comportamento entre crianças que não foram amamentadas por um período adequado. 

? Nossos resultados proporcionam até mais evidências dos benefícios da amamentação ? disse Maria Quigley, da Universidade de Oxford, que coordenou a pesquisa.

Ela explicou que o leite materno contém grandes quantidades de um tipo particular de ácido graxo, assim como componentes que estimulam o crescimento, e hormônios, que são importantes para o cérebro e o sistema nervoso.

Mas mães que amamentaram também tendem a interagir mais com os filhos, o que poderia significar que os bebês aprendem mais sobre comportamentos aceitáveis. 

? Crianças que foram amamentadas também ficam doentes com menos frequência, o que pode afetar seus comportamentos. Nós simplesmente não sabemos se isso acontece por causa dos componentes do leite materno ou da interação muito próxima com a mãe, ou ainda se é uma consequência da redução de doença em bebês amamentados ? disse Maria Quigley.

? Mas começa a parecer que nós podemos adicionar menor ocorrência de problemas comportamentais à lista de benefícios da amamentação ? finalizou.

Leia mais
Comente

Hot no Donna