Cuidados ajudam a manter a beleza da mãe e evitar problemas comuns da gravidez

Depois de amamentar não lave os mamilos, pois o leite serve como cicatrizante natural para os seios

Leite materno é seguro e oferece ao bebê todos os nutrientes que precisa para um desenvolvimento saudável
Leite materno é seguro e oferece ao bebê todos os nutrientes que precisa para um desenvolvimento saudável Foto: Mauro Vieira

Com as mudanças do corpo durante a gestação, algumas preocupações estéticas surgem nesta fase tão especial para as mulheres. Estrias no corpo, manchas no rosto e nos seios, inchaço, estrias, varizes e mamilos rachados: todos estes problemas podem ser prevenidos e tratados. Cuidados básicos durante a gestação e amamentação com higiene correta, dieta equilibrada, exercícios físicos leves e o uso de sutiã de sustentação e meia-calça elástica ajudam a evitar marcas indesejadas.

:: Seios

Na higiene diária, o mais indicado é lavar o bico do peito apenas com água, para preservar a hidratação natural da pele nesta região. Não esfregue buchas nem toalhas nos mamilos, pois isso atrapalha a lubrificação natural. Depois de amamentar não lave os mamilos, deixe o restinho do leite, pois ele serve como cicatrizante natural para os seios.

O banho de sol é um ótimo aliado para preparar os seios para amamentar, prevenir rachaduras nos mamilos e ativar a vitamina D no organismo. Porém, deve-se observar o horário apropriado ? antes das 10h e depois das 15h ? e usar filtro solar para evitar manchas. A exposição também não pode ser em excesso, 15 minutos por dia são suficientes. Se não tiver como tomar sol, uma lâmpada de 40 W, a 30 cm de distância também pode ajudar.

As massagens diárias nos seios são indicadas para deixar o mamilo mais saliente para facilitar a sucção de leite pelo bebê. Uma ou duas vezes por dia são suficientes. Segure o seio com as duas mãos, uma de cada lado, e faça uma pressão da base até o bico, como se fosse uma ordenha. Repita o movimento cinco vezes com cuidado. Depois, faça o mesmo com uma mão em cima e uma embaixo do seio.

Nos últimos meses de gestação o busto pesa cerca de 600 gramas além do normal, por isso é importante o uso de sutiãs de sustentação desde a gravidez, que ajuda a evitar evitar estrias, mastite e flacidez.

:: Estrias

As estrias são cicatrizes ocasionadas pelo rompimento das fibras de colágeno e elastina. Isto acontece quando se ganha ou perde peso rápido demais. As mudanças hormonais durante a gravidez colaboram para o surgimento dos temíveis risquinhos na pele, assim como fatores hereditários. Cuide da alimentação e controle seu peso. Em geral as mulheres devem chegar ao final da gravidez com um ganho de, no máximo, 12 kg.

Hidrate bem os seios e as áreas mais suscetíveis como barriga, quadril e nádegas com produtos à base de semente de uva, óleo de amêndoas, abacate, macadâmia ou que contenham em sua fórmula ureia de no máximo 3%, lactato de amônia, colágeno, elastina, vitamina E. Lembre-se de evitar a região dos mamilos. O uso de cremes pode desenvolver em algumas mulheres uma alteração na pele chamada foliculite ? a inflamação do local de onde nascem os pelos. Caso isto ocorra, suspenda o uso e procure um dermatologista.

O inchaço do corpo obriga a pele a se esticar, mas algumas alternativas ajudam a reduzir o inchaço, como a hidroginástica, a ginástica para gestantes e outros exercícios físicos leves, assim como drenagem linfática. Todos estes procedimentos devem ser feitos por profissionais qualificados. A drenagem é mais indicada que seja feita por um fisioterapeuta cadastrado na Sociedade Brasileira de Medicina Estética, que não se exceda a frequência de duas vezes por semana e não ultrapasse o sexto mês da gravidez. É essencial conversar com seu médico antes de escolher um destes procedimentos.

:: Varizes

Varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem sob a pele. Durante a gravidez, a quantidade de sangue circulando no corpo aumenta. O mesmo ocorre com o nível de progesterona, hormônio que dilata as veias. O sangue é bombeado pelo coração para dentro das artérias que levam este sangue para todas as partes do corpo, descendo muito facilmente até as pernas e os pés. Entretanto, precisa desenvolver esforço muito grande, contra a força da gravidade. Como o crescimento do útero comprime a região pélvica, dificulta a subida do sangue das pernas para o coração.

O cuidado com o ganho de peso e o uso de meias elásticas desde a gravidez ajudam a inibir o surgimento de varizes. Evite ficar muito tempo de pé e ao sentar procure elevar um pouco as pernas em algum apoio. Quando estiver em casa, levante as pernas para o alto por alguns minutos. Os exercícios indicados para evitar as estrias, assim como a drenagem linfática, também são ótimos aliados para prevenir varizes. Procure um angiologista ou cirurgião vascular para saber que tipo de meia elástica se encaixa com a sua necessidade. O obstetra deve orientar sobre os exercícios permitidos e se a drenagem linfática está liberada para a paciente.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna