Descubra os segredos do blush

O que você sempre quis saber sobre blush - mas não sabia para quem perguntar

Foto: stock xchng

Presente na nécessaire de toda mulher, o blush continua tendo alguns mistérios. Qual tipo escolher, como aplicar, de que é feito? Donna responde a essas perguntas.

Aplicação: O grande segredo do blush é a localização – o ideal é que a parte  mais forte esteja exatamente sobre as maçãs do rosto. Para encontrar o ponto certo, trace duas linhas imaginárias, uma que desce verticalmente da pupila e outra horizontalmente da ponta do nariz em direção à orelha. Comece daí e espalhe levemente para cima e para fora.

Duração: Se você procura um blush que dure da manhã à noite, esqueça a versão em pó. Creme, líquido e gel são os mais resistentes, pois contêm óleos que formam uma espécie de filme sobre a pele e duram mais. O problema é que, uma vez aplicados, são difíceis de espalhar – se não tem pulso firme, opte por um blush em pó e reaplique-o ao longo do dia.

Validade: Caso seu blush esteja com aspecto lamacento, é hora de trocar. Fabricantes geralmente garantem a qualidade do produto por um ano após aberto, mas o melhor é conhecer a textura e observar mudanças. Depois de certo tempo, o pigmento vermelho pode começar a se desmanchar, e a cor do blush na pele fica mais amarronzada. Ele também pode espalhar com menos facilidade e deixar manchas.

Composição: O blush é feito de colorantes ou tintas aprovados pelos órgãos de saúde de cada país. Esses pigmentos aparecem no rótulo como cores seguidas por números, como por exemplo Red 33 ou Yellow 5. Geralmente, em torno de quatro pigmentos são misturados na criação de uma cor de blush. Nos Estados Unidos, existem aproximadamente 100 pigmentos aprovados, que são mesclados em combinações novas a cada coleção de maquiagem lançada. Por serem muito concentradas, essas substâncias precisam ser diluídas em outras, como talcos e óleos, para um aspecto natural. Outros pigmentos de cobertura ou corretivos também podem ser adicionados à mistura, o que esconde o tom natural da pele, resultando em um blush com maior cobertura.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna