Dez dicas de alimentação saudável para as festas de fim de ano

Cuidado para não exagerar no carboidrato
Cuidado para não exagerar no carboidrato Foto: Pena Filho

Compartilhar

Nesta época de festas, bate um desespero em algumas pessoas: todo esforço para perder uns quilinhos ou manter a forma durante todo o ano pode ir por água abaixo com tantas tentações gastronômicas. Pensando nisso, a nutricionista Daniele Ferreira, da academia Contours, enumerou algumas dicas:

:: Faça um lanche saudável antes da festa, assim você evita comer tudo o que vê pela frente. Geralmente temos uma variedade muito grande de pratos. Combinar uma opção mais calórica com vários tipos de vegetais (saladas cruas e cozidas) pode ser uma solução para diminuir o consumo total de calorias. Pense quais calorias são necessárias e consuma na medida certa.

:: Não misturar os carboidratos como, por exemplo, arroz com farofa e arroz com batata. Escolha qual destes acompanhamentos mais gosta e consuma somente um deles.

:: Não centralize o pensamento na comida. Valorize estar com a família e amigos, e crie formas de se distrair, como amigo oculto, entrega de presentes, etc..

:: Utilizar alimentos light e diet no preparo da ceia pode diminuir um pouco a gordura e o açúcar dos alimentos.

:: Dê preferência a alimentos grelhados e assados. Evite as frituras. Sugestão: a clássica rabanada pode ser feita com açúcar magro e assada  o forno. Assim, se torna muito mais leve e continua saborosa.

:: Tenha prazer com cada escolha, saboreie deliciosamente e não fique pensando na próxima porção que será servida.

:: Na hora de escolher a sobremesa e as bebidas, as frutas e os sucos da época vão ser as melhores opções: pêssego, abacaxi, ameixa, manga e goiaba. Se não resistir aos doces, escolha as sobremesas que contenham frutas.

:: As nozes, amêndoas e castanhas são oleaginosas ricas em antioxidantes e só fazem bem para o coração, além de prevenir o envelhecimento. Podem ser consumidos na medida certa.

:: Percebeu que comeu muito na festa? Não inicie um jejum nem fique se sentindo culpado. Reinicie uma alimentação mais adequada logo depois.

A reeducação alimentar se faz necessária justamente nessas situações em que a vida social nos impõe alguns desafios.

? O mais indicado é ter um profissional verificando preferências e adaptando a alimentação. É totalmente possível se divertir com disciplina e manter o foco na saúde ? explica a nutricionista da Contours.

Leia mais
Comente

Hot no Donna