Diabéticos sofrem mais do coração

Aproximadamente 75% dos óbitos em diabéticos ocorrem por causas cardiovasculares

Manter a memória ativa também é uma forma de turbiná-la
Manter a memória ativa também é uma forma de turbiná-la Foto: Divulgação

As doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte da população brasileira. Um dos maiores fatores de risco é o diabetes. Aproximadamente 75% dos óbitos em diabéticos ocorrem por causas cardiovasculares.

Um estudo desenvolvido em 160 centros de pesquisa internacionais, entre eles o Hospital São Lucas (HSL) da PUCRS, está investigando a eficácia do tratamento com stents farmacológicos em pacientes que apresentam diabetes associado a mais de uma obstrução nas artérias coronárias, como alternativa ao tratamento padrão por intermédio da cirurgia de revascularização, também conhecida como ponte de safena.

Os stents são próteses metálicas posicionadas no interior de artérias coronarianas obstruídas por placas de gordura, com o objetivo de normalizar o fluxo sanguíneo local. Existem dois tipos de stent: o farmacológico, cuja superfície é recoberta por medicamento, e o convencional.

O HSL é o único hospital gaúcho a participar da pesquisa. Foram 1.900 pacientes selecionados para o estudo em todo o mundo. O Serviço de Cardiologia do HSL está entre os 10 centros internacionais com maior número de inclusões: ao todo, foram 58 pacientes.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna