Dicas de lanches infantis para o período do fim das férias escolares

Foto: Divulgação

Durante as férias, especialmente as de inverno, é comum as pessoas sentirem mais fome e não prestarem atenção ao valor calórico e nutricional do que se alimenta que estimula uma alimentação calórica e pobre em nutrientes devido à falta de rotina. Com as férias escolares, a meninada aproveita esse momento para abusar das guloseimas, fazendo com que as mães fiquem mais atentas nos cuidados para manter uma alimentação equilibrada devido à rotina desregrada da criançada.

Segundo a nutricionista Flávia Moraes, da Rede Mundo Verde, mesmo durante as férias é importante não descuidar da alimentação familiar. De acordo com a nutricionista, para uma alimentação balanceada é importante incluir nas três principais refeições diárias café da manhã, almoço e jantar os cereais integrais como aveia, quinua ou arroz integral. As frutas, verduras e legumes devem ter destaque também na forma de sobremesas, sucos, saladas, sopas, suflês.

– As guloseimas podem aparecer, mas com moderação, pois segundo pesquisas 28% das crianças brasileiras até 5 anos de idade está acima do peso. E nos finais de semana em pequenas porções. Quando sentir vontade de comer um doce opte por um chocolate amargo ou uma fruta seca – afirma.

Durante a época de férias escolares, as crianças costumam se alimentar durante a semana com doces e abusam das guloseimas. Para a especialista, quando o doce entrar na alimentação, o açúcar refinado não deve aparecer com freqüência, apenas uma porção a cada 5 dias. E para que a criança ou o adolescente se alimente com um doce saudável é recomendável frutas picadas cozidas salpicadas com canela ou cacau. Morangos, gomos de tangerina, uvas, kiwi que agradam a criançada e são ricos em vitaminas antioxidantes. 

– Nas receitas diminua a quantidade de açúcar ou use o extrato de agave no lugar do açúcar – diz Flávia.

E para completar as dicas, a nutricionista recomenda que retire os alimentos congelados, devido que não são as melhores alternativas, porque todos os alimentos perdem alguma coisa de seus nutrientes, “porém se for apenas aos finais de semana não tem problema o seu uso” pondera

Dicas de cardápio

Para o almoço e o jantar a sugestão é iniciar a refeição com uma salada colorida de folhas variadas – alface, rúcula, agrião, radichio, acelga e cenoura, ou beterraba, ou tomate.

Um cereal integral que pode ser arroz integral, quinua integral, macarrão integral

Uma leguminosa variando entre feijão, ervilha, lentilha, grão de bico ou soja

Uma fonte de proteína que pode ser proteína de soja, frango grelhado, peixe como sardinha a escabeche ou ovo.

Uma legume de acompanhamento como couve-flor e brócolis no vapor, ou abóbora cozida com semente de linhaça, ou purê de batata baroa ou inhame.

Vale usar os ingredientes típicos da região e os que estiverem na safra, pois estão mais baratos e nutritivos. Em agosto os principais alimentos na safra são:

Frutas – abacaxi, banana, goiaba, kiwi, mamão, mexerica e morango
Legumes – abóbora, abobrinha, batata-doce, berinjela, beterraba, cenoura, ervilha, Inhame, mandioca, batata baroa, quiabo e vagem
Verduras – agrião, alface, alho-poró, brócolis, couve, couve-flor, espinafre, repolho e rúcula

Dicas de lanches saborosos e saudáveis:

Suco de goiaba orgânico
Biscoito integral de trigo e orégano
Barra de gergelim
Mate Natural
Biscoito de arroz com gergelim
Bala de algas marinhas
Água de coco
Cookie Integral
Barrinha de cereal
Suco de soja de pêssego
Canjica de milho salgada
Limonada orgânica
Snack de soja
Barra de arroz caramelizado
Suco de açaí, morango, maçã e guaraná
Snack de soja (sabores queijo ervas finas, bacon, calabresa com pimenta).
Muffin orgânico sabor laranja

Leia mais
Comente

Hot no Donna