Dieta do bom humor inclui alimentos ricos em carboidratos

Endorfina alivia a dor e ao mesmo tempo dá estímulos ao cérebro

Alimentos com carboidratos são essenciais no dia a dia e devem ser consumidos em maior proporção que as proteínas, gorduras e até que as vitaminas e os minerais
Alimentos com carboidratos são essenciais no dia a dia e devem ser consumidos em maior proporção que as proteínas, gorduras e até que as vitaminas e os minerais Foto: Juan Barbosa

Alimentos ricos em carboidrato, açúcar e gordura são os vilões da dieta para perder peso. Porém, eliminá-los de todas as refeições pode causar um efeito desagradável: o mau humor. Quem faz o alerta é a nutricionista Fernanda Selhane Bortolon.

Fernanda explica que esse tipo de produto promove a liberação de endorfinas (substância tipo morfina), que aliviam a dor, mas, ao mesmo tempo dão estímulos ao cérebro para melhorar nosso humor.

? As pessoas que deixam de consumir carboidratos tornam-se mais mal-humoradas. Um exemplo são aquelas pessoas que com a intenção de perder peso rapidamente, “fecham a boca” para os pães, arroz, cereais, batatas.

Além das conseqüências como o mau humor e o estresse, adesão a qualquer regime pode ficar prejudicada se o consumo dos carboidratos for cortado radicalmente.

? Acontecerá o que ocorre com milhares de pessoas do mundo inteiro: o efeito sanfona e insatisfação constante com a imagem corporal ? lembra a nutricionista.

Alimentos com carboidratos são essenciais no dia a dia e devem ser consumidos em maior proporção que as proteínas, gorduras e até que as vitaminas e os minerais. Segundo ela, a ingestão de carboidratos complexos favorece a entrada de triptofano no cérebro aumentando a produção de serotonina, neurotransmissor capaz de regular o apetite, produzir sensação de bem-estar e até induzir o sono. Assim, dietas com baixo teor de carboidratos podem induzir a depressão.

Prefira os carboidratos integrais

Apesar disso, é preciso ficar atento ao tipo de carboidrato que escolhemos.

? Não adianta passar a comer, massas, bolos, biscoitos à vontade porque se não utilizamos toda a energia provinda destes nutrientes vamos ganhar peso e poderemos nos tornar mais predispostos a outras doenças como Diabetes e Hipertrigliceridemia . esclarece

Fernanda orienta que se dê preferência aos carboidratos complexos presentes nos pães integrais, cereais integrais como àqueles à base de farelo de trigo, aveia, centeio, arroz integral. Esse tipo de alimento é aproveitado lentamente pelo organismo, fazendo com que o efeito de bem-estar demore mais para acontecer, mas que seja mais prolongado do que quando ingerimos os carboidratos simples.

– Desta forma, ao educarmos nosso hábito, consumindo diariamente carboidratos complexos, vamos condicionar nosso organismo a receber porções moderadas de açúcar e isto promoverá a sensação de bem estar por tempo prolongado em todo o dia.

Não fique sem comer

Outra importante orientação para evitar o mau humor é não deixar de fazer as principais refeições do dia: café-da-manhã, almoço e jantar ou lanche da noite e de um pequeno lanche no meio da manhã e outro à tarde. Logo pela manhã precisamos repor os estoques de energia que utilizamos para mantermos nosso corpo funcionando durante toda a noite.

? A hipoglicemia matutina (queda de açúcar no sangue) alerta uma ameaça ao funcionamento normal do cérebro, o que gera reações como ansiedade. Por isto nada de jejum prolongado ? aconselha Fernanda.

Leia mais
Comente

Hot no Donna