#donnaindica: 4 novos livros para a sua estante

Foto: Pexels
Foto: Pexels

Não vai ser por falta de dicas que você vai deixar de curtir o último final de semana da Feira do Livro de Porto Alegre. Direto da minha mesa de cabeceira, quatro sugestões fresquinhas, de biografia de ícone da moda e do punk ao romance da celebrada escritora italiana Elena Ferrante, recém-lançado no Brasil. 

Vivienne Westwood
Disse Alexander McQueen que “Vivienne Westwood é a Coco Chanel de nosso tempo”. Acrescente aí muito rock’n’roll já que estamos falando não apenas de um ícone da moda, mas também de uma personagem seminal do movimento e da estética punk. Com uma trajetória que vai do underground londrino às passarelas da alta-costura, a designer assina o livro em parceria com o biógrafo Ian Kelly. O texto saboroso e honesto revela uma mulher inquieta, consciente do papel político da moda. Aviso de Kelly: quem duvida da importância da moda ou do que uma setentona tem a dizer sobre o futuro pode deixar esta biografia de lado.
• Rocco, 496 páginas, R$ 69,50

viviene

A FILHA PERDIDA
No mesmo dia em que uma colega me disse que eu tinha que ler A amiga genial, da escritora italiana Elena Ferrante, um outro livro dela chegou à minha mesa: o recém-lançado A filha perdida. Li em três dias a história de Leda, uma mulher madura passando férias sozinha na praia. Dia após dia, da sombra do guarda-sol, ela acompanha obsessivamente a afetiva relação entre uma jovem mãe e sua filha. Esse é o mote para rever sua ligação com as duas filhas e com a própria mãe em um mergulho visceral nos sentimentos ambivalentes que cercam a maternidade. A autora toca em temas sensíveis sem qualquer sentimentalismo, em uma prosa que flui serena e desconcertante. Nem preciso dizer que agora vou ler A amiga genial, né?
• Intrínseca, 176 páginas, R$ 34,90

filha perdida

 

MEIA-NOITE E VINTE
Se você ainda não leu Daniel Galera, está na hora de descobrir por que ele é considerado um dos grandes nomes da nova literatura brasileira. Neste romance, o escritor paulista que cresceu em Porto Alegre faz da cidade seu cenário e quase um personagem em meio a uma onda de calor e uma greve dos rodoviários. Na trama, a morte de um jovem e talentoso escritor reúne outra vez os três amigos com quem ele havia criado um fanzine por e-mail, muito popular na era pré-banda larga (lembrou do CardosOnline? É de fato a inspiração de Galera, mas as semelhanças param aí). Em capítulos narrados em primeira pessoa, cabe a eles confrontar as expectativas e possibilidades da geração que cresceu com a internet frente ao que cada um fez da própria vida – e fará a seguir.
• Cia das Letras, 202 páginas, R$ 34,90

meia noite

NÓS DOIS
Quase desisti deste livro pela capa. Parecia remeter àqueles romances ligeiros que a gente esquece mal termina de ler. Mas fiquei curiosa com a promessa de uma história não sobre como mulher conhece homem e eles se apaixonam, e, sim, sobre como mulher e homem apaixonados vão encarar o que vem depois do encantamento inicial. Narrado sob o ponto de vista do namorado em questão, o livro de Andy Jones foca no ordinário da vida a dois. Até há uma reviravolta nas páginas finais, mas o que se vê ao longo dos capítulos são os pequenos dramas e incertezas de um relacionamento.
• Suma de Letras, 268 páginas, R$ 44,90

nós

Veja também
:: Leitura fashion: 8 livros incríveis para quem é fã de moda
:: #DonnaIndica: confira quatro dicas de livros, de receitas a suspense
:: #DonnaIndica: 7 novos livros para você ler no verão

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna