Em 2030, homens viverão tanto quanto as mulheres

Expectativa de vida cresceu mais para o sexo masculino que feminino nos últimos 20 anos. Redução nos índices de tabagismo contribuiu para melhorar números dos homens

Foto: Stock Photos

Num futuro breve – para ser mais exato, em 2030 – os homens terão a mesma expectativa de vida que as mulheres. Dados do Escritório Nacional de Estatísticas do Reino Unido mostram que, apesar da expectativa de vida crescer para os dois gêneros, o crescimento entre o sexo masculino nos últimos 20 anos foi maior.

Se a tendência for mantida, os dois sexos alcançarão a expectativa de 87 anos em 2030. Os pesquisadores enumeraram algumas razões para a aproximação. Entre elas, a redução nas taxas de tabagismo entre os homens – que começaram a diminuir a partir da década de 70.

Outro fator positivo foi a mudança no tipo de trabalho masculino. A redução de mão de obra em minas de carvão é um exemplo. O comportamento dos homens atualmente é melhor. As chances de sobrevier a problemas de saúde, como um ataque cardíaco, são maiores hoje que há algumas décadas. Ao contrário das mulheres, em que ocorreu um aumento de número de fumantes e nos índices de câncer.

Os dados britânicos não podem ser generalizados para o mundo. Em alguns países, como a Rússia, as mulheres possuem larga vantagem – na década de 90 chegou a 13 anos -, enquanto na África subsariana, ambos os sexos têm quase a mesma expectativa. No Brasil, os dados do último Censo do IBGE (2010), a expectativa masculina era de 69,7 anos para homens e 77,3 para mulheres – 7,59 anos de diferença. Em 2000, a diferença era de 7,63. Na Inglaterra, a maior diferença foi de 5,7 anos, em 1970.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna