Em busca de mais disciplina nas escolas

Psicóloga atende alunos que apresentam mau comportamento em Santa Maria (RS)

Oitenta crianças e adolescentes já foram encaminhados pelas escolas à terapia
Oitenta crianças e adolescentes já foram encaminhados pelas escolas à terapia Foto: Claudio Vaz

Os pais que se preocupam com o mau comportamento dos filhos na escola não estão sozinhos. Desde junho, os responsáveis pelas crianças e adolescentes que estudam em instituições municipais de Santa Maria (RS) ganharam aliadas para tentar resolver o problema de disciplina e frequência das crianças.

Um projeto realizado pela supervisora de fluxo de evasão e disciplina escolar da Secretaria Municipal de Educação, Luci Beatriz Duartes, e pela psicóloga Elizabeth Moraes de Oliveira busca entender os problemas dos alunos e ajudá-los a ter um bom relacionamento em casa e no colégio.

O trabalho inicial é feito pelas escolas que, notando agressividade, hiperatividade e ansiedade dos alunos, chamam Luci para que tenha uma conversa com os adolescentes rebeldes ou com as famílias das crianças indisciplinadas.

Se o problema desses alunos for psicológico, eles são encaminhados para Elizabeth, que passa a tratá-los com os familiares. A psicóloga já atende a 80 crianças e adolescentes que foram encaminhados pelas escolas. Se o caso for ainda mais grave, Elizabeth os encaminha para o psiquiatra Vilmar Seixas, parceiro do projeto.

– Nós conversamos sobre as atitudes deles na escola e em casa – explica Elizabeth.

E os resultados têm sido positivos segundo alunos, pais e professores. A mãe de um menino de três anos conta que, com apenas duas sessões de tratamento, foi possível perceber mudanças no comportamento do filho, antes hiperativo e agressivo com os colegas.

Nas escolas, as professoras também notaram as mudanças dos alunos e dos pais. Segundo a diretora da Escola de Educação Infantil Ida Berteotti, Mariuza Waechter, depois que seis alunos foram encaminhados para a terapia, os pais passaram a participar mais da vida escolar deles.

Elizabeth ganhou uma sala no Conselho Municipal de Entorpecentes (Comen) para os atendimentos, mas ainda falta espaço e materiais pedagógicos que o trabalho seja realizado.

Saiba mais

A terapia

::: Os alunos com problemas de comportamento da rede municipal de ensino de Santa Maria são encaminhados pelas escolas e atendidos no Comen, na Rua Euclides da Cunha, em Santa Maria.
::: Os atendimentos são feitos de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna