Em julgamento, Galliano confessa ser viciado em álcool e remédios

Estilista é julgado por insultos racistas e antissemitas em Paris

O estilista britânico John Galliano confessou nesta quarta-feira, diante de um tribunal em Paris, que sofre de um “vício triplo” em álcool, soníferos e Valium. A declaração foi feita durante seu julgamento por insultos racistas e antissemitas proferidos em um bar parisiense.

– Não me lembro muito bem do que aconteceu. Tenho um vício triplo – disse Galliano ao tribunal sob a mediação de um tradutor.

John Galliano, de 50 anos, chegou ao Palácio de Justiça de Paris pouco antes do início da audiência, que começou às 10h50 pelo horário de Brasília. O estilista disse que, no momento do ocorrido, estava sobrecarregado de trabalho. Segundo ele, após perder seu pai em 2005 e um “amigo muito querido” em 2007, que o “protegia de tudo”, dedicou-se a beber cada vez mais, antes de cair no vício.

– Não podia ir trabalhar sem tomar minhas pílulas – explicou o estilista, que disse que hoje se sente muito melhor. Galliano esteve por dois meses nos Estados Unidos passando por um tratamento de desintoxicação de todos os seus vícios.

John Galliano está sendo julgado por insultos antissemitas e racistas proferidos em outubro de 2010 e em fevereiro de 2011 no bar parisiense La Perle, no bairro de Marais, onde mora. Testemunhas que se apresentaram diante do tribunal afirmaram que o estilista proferiu, nas ocasiões, expressões ofensivas como “fucking ugly jewish bitch”.

No dia 28 de fevereiro, o jornal britânico The Sun revelou em seu site um vídeo do estilista insultando pessoas que estavam sentadas em uma mesa junto à sua, no mesmo bar. Nesta quarta-feira no tribunal, no entanto, após a autorização da juíza para a apresentação do vídeo, o estilista afirmou que aquelas nunca foram suas convicções.

Associações de luta contra o racismo também acusaram o estilista, cuja sentença deve ser conhecida em algumas semanas. O julgamento coincide praticamente com o desfile de moda masculina da marca John Galliano previsto para a próxima sexta-feira em Paris. Trata-se da segunda coleção da marca apresentada na ausência de seu fundador.

Leia mais
Comente

Hot no Donna