Em quantidade correta, café traz benefícios à saúde e combate doenças

Para os atletas, o consumo diário de café auxilia na produção de endorfinas e encefalinas

Junto da água, do refrigerante, do leite e do suco natural o café continua sendo a bebida da mais consumida no Brasil
Junto da água, do refrigerante, do leite e do suco natural o café continua sendo a bebida da mais consumida no Brasil Foto: Stock Photo, Divulgação

Para milhares de pessoas, o tradicional cafezinho é uma bebida insubstituível. Junto da água, do refrigerante, do leite e do suco natural o café continua sendo a bebida da mais consumida  no Brasil – cresceu 6,6% nos últimos sete anos – de acordo com dados de 2009 da Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic).

Dentro da quantidade recomendada por especialistas, de 3 a 4 xícaras diárias (cerca de 500 mg de cafeína), essa bebida pode trazer uma gama de benefícios à saúde. Entre eles a prevenção da depressão, explica a nutricionista Fernanda Selhane Bortolon.

Segundo ela, o café é uma bebida rica em minerais e contém vitamina B, ácidos clorogênicos e antioxidantes naturais, nutrientes que ajudam a prevenir a doença e suas conseqüências como o tabagismo, alcoolismo e consumo de drogas. O café também pode estimular a atenção, a concentração, a memória e o aprendizado escolar.

Considerando os últimos sete anos, cresce em 6,6% a penetração de consumo do café nos lares.

Há também na composição, substâncias anticancerígenas, como os polifenóis antioxidantes e o cafestol, capazes de auxiliar a prevenção dos cânceres de cólon e de próstata, afirma Fernanda

? Seu uso está relacionado ao alívio de dores e melhora no humor. E, por ser estimulante, torna a pessoa mais desperta, aumenta a capacidade de conhecimento e a velocidade de reação ? explica ela.

O efeito sobre o humor pode estar relacionado ao aroma do café. De acordo com a especialista, a memória dos momentos prazerosos está associada a cheiros agradáveis. E quanto mais aromas agradáveis nosso cérebro recebe, melhor é o nosso humor.

Para os atletas, o consumo diário de café auxilia na produção de endorfinas e encefalinas, o que pode ajudar a melhorar a performance. Além disso, a bebida age de forma anti-inflamatória e protetora sobre o sistema cardiovascular.

Confira a tabela de quantidade de cafeína em alguns produtos, e fique atento para não ultrapassar as 500 mg por dia:

Café (130g):

Descafeinado: 1 a 5 mg

Expresso: 250 a 300 mg

Feito em Cafeteira: 100 a 180 mg

Coado Tradicional: 75 a 170 mg

Solúvel: 65 a 120 mg

Chá (130g):

Descafeinado: 1 a 5 mg

Chá preparado: 20 a 50 mg

Chá instantâneo: 12 a 28mg

Chá gelado: 22 a 36 mg

Refrigerantes (330ml):

Bebidas a base de cola: 45 mg

Bebidas a base de cola diet: 46 mg

Outros refrigerantes: 40 mg

Chocolate:

Barra de chocolate ao leite (50g): 12 mg

Chocolate amargo (50g): 40mg

Chocolate quente (150g): 5 mg

Chocolate de confeiteiro (28g): 45 mg

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna