Espante o calor com cuidado! Saiba quais problemas o uso do ar-condicionado pode causar

Aparelho pode agravar doenças como rinite e asma

Divertida e com coreografias fáceis, público procura modalidade para relaxar e melhorar o condicionamento físico
Divertida e com coreografias fáceis, público procura modalidade para relaxar e melhorar o condicionamento físico Foto: Júlio Cordeiro

Com as altas temperaturas, o ar-condicionado é um aliado muito forte para evitar e espantar o calor. O que pouca gente sabe, é que este aparelho pode alavancar algumas doenças bem sérias. A falta de limpeza no ar-condicionado, por exemplo, pode agravar doenças como conjuntivites e problemas respiratórios como a bronquite. As doenças causadas pelo uso do ar não tem nenhuma relação com fato de baixar a temperatura do ambiente, que antes estava quente. O que acontece, é que o aparelho desidrata o ar e resseca o muco protetor que reveste as mucosas. Especialistas no assunto vão te ajudar a se prevenir destes problemas.

Ui que frio! Será que já estou doente?

O uso do ar-condicionado pode favorecer a proliferação de fungos e bactérias e o desencadeamento de algumas doenças. De acordo com a pneumologista e professora da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Mara Rubia André Alves de Lima, este aparelho não ocasiona nenhuma doença.

? A pessoa que está com imunidade baixa pode sofrer algumas conseqüências em função do ar-condicionado, além da falta de limpeza e manutenção corretas também serem agravantes. É bom ressaltar que não existe um culpado. São múltiplos fatores que podem ter feito a pessoa ficar mal ? explica.

A exposição prolongada pode aumentar as chances de a pessoa ter alguma alergia respiratória como rinite e asma, e infecções, como pneumonia e pneumonite por hipersensibilidade. A médica ainda lembra que a asma, por exemplo, é uma doença genética que pode ser causada por partículas “sujas” que a pessoa respira e que desencadeiam a crise.

? Costumo dizer que o pulmão é quase um órgão externo, porque ele sofre com toda a poluição, fumaças tóxicas e contaminações que respiramos diariamente ? e ela completa ? trocas bruscas de temperatura fazem muito mal para as vias respiratórias, pois elas diminuem a limpeza que o pulmão faz e, neste caso, vírus, bactérias e fungos podem ocasionar problemas graves.

Com o ar-condicionado muito seco, algumas pessoas têm sangramento nasal e ressecamento. Já com o ar mais úmido, os ácaros fazem a festa e podem causar rinite e asma alérgica. A pneumologista dá algumas dicas preciosas para prevenir estas variações de temperatura:

· Quando as mulheres entram em ambientes frios, é sempre bom colocar um casaquinho ou uma echarpe por cima. Os homens, que geralmente usam roupas mais fechadas, não encontram muitos problemas com a temperatura. Em todo caso, a dica vale para ambos sexos.

· Nunca dormir com o ar ligado pois o corpo esfria naturalmente quando estamos dormindo. O bom é resfriar o quarto antes de deitar e desligar na hora do sono.

· Observar o ambiente em que estamos inseridos. Por exemplo, se o ambiente de trabalho tem apenas 10 pessoas, o ideal é manter uma temperatura de 25°C. Agora, se tem mais de 20 pessoas e elas estão se movimentando, é recomendado colocar o ar-condicionado em torno dos 20°C.

Mara finaliza dando um conselho muito importante: “viver tem o seu risco. Tudo o que é feito em demasia é prejudicial, até respirar oxigênio demais, por exemplo. O ar-condicionado é um conforto se usado de maneira inteligente”, diz.

A limpeza correta

Manter os filtros devidamente limpos evita que a poluição externa entre na casa ou no escritório, o que previne o aparecimento de problemas respiratórios. A falta de regularização do aparelho e a má limpeza acumulam uma grande quantidade de fungos, que é extremamente prejudicial à saúde. De acordo com o técnico em climatização e proprietário do Profrio, Alex Alves da Silva, tanto o ar-condicionado comum quanto o split deveriam ser limpos pelo menos uma vez por semana, “com a correria do dia-a-dia as pessoas devem, ao menos, fazer a limpeza e manutenção uma vez por mês. Já alguns splits contem filtros “bactericidas” e evitam certas proliferações de fungos e bactérias”, explica.

Alex diz que a limpeza deve ser feita com produtos biodegradáveis e sabão neutro.

? Nós ainda usamos álcool para dar um acabamento e tirar qualquer substância tóxica ? diz. Quem utiliza o ar-condicionado do carro por muito tempo deve fazer a manutenção e regulagem periodicamente, além de alternar o modo de ventilação, abrindo as janelas do carro para “trocar” o ar.

Leia mais
Comente

Hot no Donna