Especialista explica o que fazer para revigorar a vida sexual no casamento

Não abandonar as brincadeiras e os jogos sexuais é um dos pré-requisitos

Muitas vezes investigado como um sintoma clínico a desmotivação pode ter origem na falta de diálogo entre o casal
Muitas vezes investigado como um sintoma clínico a desmotivação pode ter origem na falta de diálogo entre o casal Foto: Genaro Joner

Entre casais, a falta de desejo sexual depois de alguns anos de convivência é uma das principais reclamações sobre o relacionamento. Tanto homens quanto mulheres sofrem com os problemas associados ao sexo, principalmente quando não tem abertura para conversar sobre o assunto ou tem vergonha de conversar com o parceiro.

Para manter o bem-estar na vida sexual, é preciso cultivar bons hábitos, avaliar rotinas e valorizar momentos a dois. É o que defende a sexóloga e ginecologista Florence Marques ? coordenadora do Ambulatório de Sexologia do Hospital da PUCRS.

Segundo ela, a falta de desejo não significa necessariamente que o casal não se ame mais, ou que exista qualquer problema de saúde.

Em alguns casos, pequenas atitudes de romantismo ou que estimulem a criatividade do casal podem revigorar a vida do casal:

:: cultive momentos a dois como passeios, cinema ou sair para dançar. Crie oportunidades para que o casal tenha contato em situações de lazer, não só na rotina e obrigações do dia a dia;

:: exercite a mente com pensamentos estimulantes ou eróticos durante momentos diversos do dia: pensar em sexo é um grande afrodisíaco;

:: hábitos de vida saudáveis (dieta balanceada, atividade física) ajudam, pois além de manterem a pessoa mais disposta vão ajudar a evitar ou controlar doenças como diabetes, dislipidemia e hipertensão arterial que podem ser prejudiciais à saúde sexual ? tanto as doenças como seus tratamentos;

:: para a mulher, ser cortejada é importante durante toda a sua vida, mesmo após anos de relacionamento. Enviar flores, mensagens pelo celular com demonstrações de carinho ou intenções apimentadas, também ajudam no estímulo sexual;

:: a sexualidade envolve muito mais do que simplesmente a penetração do pênis na vagina. Manter o hábito de pegar na mão, abraçar, dar beijos, trocar carícias mesmo que o objetivo não seja o ato sexual em si. Tais atitudes, contribuem para manter a intimidade. Sem cultivar a intimidade não há sexo;

:: não permita que a rotina ocupe todo o tempo do casal. Procure reservar um tempo na agenda semanal para as relações;

:: e, acima de tudo, estimule o diálogo com o seu parceiro. Quando não estiver disposto, verbalize;

:: caso note uma brusca mudança sua em relação ao sexo, mesmo que seja comportamental, é imprescindível procurar ajuda médica.

Principais motivos para a diminuição do desejo sexual:

:: sobrecarga com afazeres domésticos ou rotina profissional;

:: patologias orgânicas;

:: uso de medicamentos diversos;

:: depressão;

:: problemas no relacionamento;

:: alterações hormonais.

Principais problemas dos casais:

:: Mulher: mais comum é a diminuição do desejo.

:: Homem: mais comum é a disfunção erétil.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna