Especialista explica por que surgem as manchas no esmalte dos dentes

Problema traz desconfortos e preocupação com a estética

Um das opções de consumo da hortaliça, que auxilia o funcionamento do intestino, é o suco
Um das opções de consumo da hortaliça, que auxilia o funcionamento do intestino, é o suco Foto: Stock Photos, Divulgação

As manchas no esmalte dos dentes, comum em filhos de mulheres que ingeriram flúor durante a gestação, são uma das anomalias na formação dentária. Estudos anteriores já demonstravam a influência do flúor no desenvolvimento da matriz orgânica e na calcificação do dente, afetando principalmente o esmalte.

O implantodontista Sidnei Goldmann explica como surge o problema.

? A matriz orgânica do dente é feita de proteínas, e já nessa fase do desenvolvimento dentário o flúor exerce influência. Ele interfere na agregação de proteínas do esmalte, gerando assim a mancha ? revela.

Outro problema decorrente da má formação dos dentes é a agenesia dentária, quando os dentes não se formam. Nesse caso, a maior ocorrência é entre os dentes incisivos laterais superiores e terceiros molares, conhecidos como dentes do siso.

? O problema é quando se forma apenas poucos dentes, o que causa sérios problemas de mastigação e de fala, além dos relacionados à estética ? afirma Goldmann.

Um estudo recente feito pela Faculdade de Odontologia da Universidade de Campinas (Unicamp) comprova que a amelogênese imperfeita, problema genético que ocorre por mutações nos genes relacionados à formação do esmalte dentário, também está dentre as alterações possíveis no esmalte dentário.

? Essa anomalia pode se manifestar de diferentes formas. Existem casos de esmalte duro e irregular, mas a forma mais comum é quando o esmalte tem uma consciência mole, se desgasta com a mastigação e acaba desaparecendo, expondo a dentina, a parte interna do dente ? explica o implantodontista.

Leia mais
Comente

Hot no Donna