Especialistas ensinam a escolher o óculos de sol ideal

Oftalmologistas são unânimes: produtos de má qualidade são mais danosos do que não se proteger

A cor da lente identifica os benefícios que ela traz aos seus olhos
A cor da lente identifica os benefícios que ela traz aos seus olhos Foto: Charles Guerra

As vendas de óculos de sol estão aumentando não só por conta das férias de verão que se aproximam, mas também por causa do Natal. Segundo o diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos, de São Paulo, Renato Neves, enquanto se procura combater a pirataria, que responde por 40% do mercado ótico, uma parcela da população segue fazendo suas escolhas pelo preço, pondo em risco a saúde dos olhos.

? Óculos de sol é, antes de tudo, uma questão de prevenção. As pessoas devem cultivar mais o hábito de não sair de casa antes de passar protetor solar e colocar seus óculos de sol, ainda que o dia esteja meio chuvoso. Só não adianta economizar muito, porque os modelos que não contam com proteção contra os raios ultravioleta podem ser até mais prejudiciais à visão do que sair de casa sem óculos ? diz.

Neves adverte ainda que, além de fazer uso de bons óculos de sol em quaisquer circunstâncias, é importante lavar os olhos com bastante água durante o dia e pingar algumas gotas de lágrima artificial para limpar o globo ocular e prevenir doenças.

? Esse hábito é especialmente recomendado para quem passa muitas horas diante do computador ou dos livros, e também para quem mora em cidades com alto índice de poluição ? explica.

O especialista revela que na hora de optar por um modelo é essencial que se esteja atento à cobertura dos olhos proporcionada pelo óculos, à qualidade da lente e à sua cor.

? Aproveite que a moda está sugerindo as lentes grandes e arredondadas, que proporcionam maior cobertura à área dos olhos. Quanto à cor das lentes, as verdes e castanhas são opções mais acertadas em relação a contraste e profundidade. Evite as pretas e coloridas. A não ser à noite, quando as lentes amarelas melhoram a visão dos motoristas ? aconselha.

Para o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, perito em medicina do trânsito e membro da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) dirigir contra o sol, sem proteger os olhos, é uma causa frequente de acidentes porque diminui a visibilidade.

? A claridade do verão acentua o problema que é mais intenso em quem tem fotofobia, ou seja, quem sofre com a aversão à luz ? afirma, ressaltando que em algumas pessoas a alteração não indica doenças.

Em outras, no entanto, ela pode estar relacionada ao astigmatismo, irregularidade da superfície da córnea que torna as imagens desfocadas, inflamações nas porções posteriores dos olhos ou a medicamentos que aumentam a sensibilidade à luz.

? Independente da causa o único remédio é usar óculos escuros ou optar por lentes fotossensíveis que filtram a radiação, escurecem e clareiam conforme a luminosidade ? ressalta.

Queiroz lista algumas dicas para não errar na hora de escolher os óculos:

:: óculos sem filtro solar são mais prejudiciais que a falta deles. Isso porque dilatam a pupila e fazem entrar mais radiação nos olhos. Isso aumenta o risco de catarata, maior causa de cegueira tratável, e lesões na retina que ainda não têm tratamento eficaz.

:: opte por lentes resistentes a impactos. Um estudo conduzido na Espanha mostra que o disparo do airbag eleva o risco de perfuração ocular entre pessoas que trafegam sem óculos e dobram o perigo entre as que usam lentes de cristal. Para proteger os olhos no trânsito a melhor opção são as lentes inquebráveis de policarbonato.

:: A cor da lente identifica os benefícios que ela traz aos seus olhos:

? lente cinza:
É a mais adequada para quem tem astigmatismo porque reduz o brilho e não distorce as cores.

? lente âmbar ou marrom:
Ela melhora o conforto de míopes e hipermétropes por aumentar a visão de contraste, além de filtrar a luz azul que também está relacionada ao desenvolvimento da catarata.

? lente verde:
É ideal para maiores de 60 anos por oferecer a melhor visão de contraste que diminui com a idade. Também filtra um pouco da luz azul.

? lente amarela:
Reduz o ofuscamento da visão do motorista no entardecer e filtra a luz azul, mas diminui a visão de contraste em horários de muita luminosidade.

? lente fotossensível:
Indicada para quem precisa usar lente corretiva, protege da radiação durante o dia e pode ser usada à noite.

Confira as sete dicas de Neves para acertar na escolha dos óculos de sol das crianças:

:: não negligencie a visão do seu filho. Invista em óculos de sol com 100% de proteção UV;

:: confira se os óculos de sol se ajustam perfeitamente ao rosto da criança. Para que ela sinta-se confortável é preciso não apertar demais nem ter de ficar segurando os óculos com receio de caírem;

:: seja paciente. Crianças podem levar um pouco mais de tempo do que os adultos para se adaptarem à novidade. Depois vão adorar;

:: opte por lentes mais resistentes a quedas e riscos. O objetivo principal é proteger os olhos sem limitar os movimentos da criança;

:: se a criança pratica esportes ou costuma brincar de correr com os colegas, considere utilizar armações apropriadas, que são presas na nuca;

:: crianças que usam óculos de grau devem ter também a prescrição de um modelo similar de sol;

:: adolescentes que fazem uso de lentes de contato não precisam de receita para comprar óculos de sol, mas devem usar ambos em lugares abertos.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna