Estreia documentário que mostra o crescimento de bebês em diferentes culturas

"Bebês", de Thomas Balmès entra em cartaz em diversas salas

Bayarjargal, da Mongólia, um dos personagens do documentário
Bayarjargal, da Mongólia, um dos personagens do documentário Foto: Europa Filmes

Entra em cartaz nesta sexta-feira (15) na Capital um documentário que coloca em plano secundário qualquer avaliação a respeito de aspectos técnicos, narrativos e o que vem a somar ao gênero que, cada vez mais, expande suas fronteiras de linguagem.
A linguagem que Bebês explora e ilumina é única e universal: “Gu-gu-dá-dá”.

A partir da ideia do produtor, diretor e ator francês Alain Chabat, o documentarista Thomas Balmès foi a campo para ilustrar como diferenças culturais se refletem na formação de uma criança. Para isso, o diretor  acompanhou quatro nenês do nascimento aos primeiros passos. Os fofos protagonistas foram encontrados numa aldeia da Namíbia (África), nas estepes da Mongólia (Ásia),  em Tóquio (Japão) e em São Francisco (EUA).

O registro dos pimpolhos é bastante simples, sem narração, sem depoimentos, sem nenhum tipo de contextualização cultural ou antropológica. Tudo é autoexplicativo. A câmera acompanha as crianças crescerem e apresentarem os primeiros sinais de integração ao ambiente em que vivem, do momento em que todas são exatamente iguais ao instante em que cada uma delas se torna única.

Nesse singelo registro do cotidiano, Bebês oferece imagens tocantes. Se por um lado as cenas com as crianças americana e japonesa se parecem com os flagrantes captados por pais babões que circulam no YouTube, o documentário as compensa com as imagens encantadoras dos pequenos na Namíbia e na Mongólia, numa rotina que pode causar estranheza às plateias mais urbanas.

Bebês não busca sublinhar as diferenças entre pobres e ricos, ocidentais e orientais. Pelo contrário, a ideia é reforçar o quanto todos são iguais até serem moldados pelas circunstâncias. Por isso é bastante simbólico o instante em que todos os nenês começam a falar. As palavras, em qualquer língua, são de fácil compreensão: “mamã e papá”.

Serviço:

BEBÊS – Documentário, livre
(Babies) De Thomas Balmès, França, 2010, 80min. A vida de quatro bebês de diferentes países, do nascimento aos primeiros passos.
Arcoíris Boulevard 1 (14h, 15h40, 17h20)
GNC Moinhos 3 (17h)
Unibanco Arteplex 8 (14h, 16h, 18h, 20h, 22h)

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna