Estudo mostra: mulheres fogem de pretendentes desempregados

Pesquisa feita com 925 mulheres mostrou que estar sem emprego diminiu as chances do homem de arrumar uma namorada

Segundo as entrevistas, falta de emprego e de dinheiro prejudica a vida a dois
Segundo as entrevistas, falta de emprego e de dinheiro prejudica a vida a dois Foto: Stock Images

Gordinho, torcedor de um time diferente ou com péssimo senso de humor: nada disso faria com que uma mulher descartasse um pretendente. Segundo novo estudo, ele estar desempregado é que faria com que ela saísse correndo.

O estudo foi feito com 925 mulheres por um site de relacionamentos americano. As entrevistadas tiveram que analisar características masculinas e apontar qual delas faria com que se afastassem de um homem que estão começando a conhecer. O desemprego foi apontado por 75%.

Na justificativa de resposta, grande parte das mulheres comentou que a falta do emprego limitaria as condições financeiras do namorado e, consequentemente, a vida a dois. Elas também disseram que estar desempregado pode indicar que o homem não tem comprometimento com ele mesmo e nem com o futuro da relação.

Elas estão de olho no salário?

Outros estudos realizados recentemente também apontaram que as mulheres olham, cada vez mais, para a carteira dos pretendentes. Pesquisa feita no ano passado no Reino Unido revelou que as mulheres de hoje prestam mais atenção em quanto um homem ganha no que em seu grau educacional. Já um estudo realizado na Alemanha, também em 2011, mostrou que as mulheres procuram cada vez mais homens que tenham salários parecidos com os seus.

Leia mais
Comente

Hot no Donna