Ex de Lady Gaga processa cantora e pede US$ 30 milhões

Fusari defende que ela não cumpriu com obrigações contratuais

Lady GaGa deve fazer show em junho no Brasil
Lady GaGa deve fazer show em junho no Brasil Foto: Daniel Deme, EFE

O ex-namorado de Lady Gaga, o produtor Rob Fusari, entrou com uma ação contra a cantora em que reivindica uma indenização de US$ 30 milhões por ter lançado a carreira da artista, informou hoje o jornal The New York Post.

Fusari, que se diz responsável inclusive pelo nome de Gaga, defende que ela não cumpriu com as obrigações contratuais firmadas quando eles fundaram uma companhia para administrar os lucros provenientes da sua carreira.

O produtor, namorado de Lady Gaga entre 2006 e 2007, pede que Stefani Germanotta — verdadeiro nome da artista — pague uma compensação milionária que, a seu ver, é o que deveria receber como proprietário de cerca de 20% da empresa Team Love Child, na qual também participa o pai da cantora.

Por enquanto, explica a ação, Fusari — que, além disso, compôs os temas “Beautiful, Dirty, Rich” e “Paparazzi” para Gaga — recebeu apenas um cheque no valor de US$ 209 mil. O autor considera o número ínfimo levando em conta o sucesso da cantora.

— Ele a descobriu. Foram graças as suas canções e as suas conexões que ela (Lady Gaga) conseguiu seu primeiro contrato — afirma o processo apresentado pelo advogado de Fusari, Robert Meloni.

No documento, ele detalha como o produtor descobriu a artista, projetou seu nome e a apresentou a Interscope Records, a gravadora que a lançou ao estrelato.

Fusari, que também escreveu o tema Bootylicious para o grupo Destiny’s Child, topou com Gaga quando estava imerso “na busca por uma menina para transformá-la em uma estrela dinâmica do rock” e, apesar de achar em princípio que estava cometendo um erro, aceitou trabalhar com ela.

Segundo o processo, em 2006 ambos trabalharam juntos sete dias por semana escrevendo canções. Durante esse tempo, Fusari sempre recebia a cantora no seu estúdio ao som da música “Radio Ga Ga”, do grupo britânio Queen, canção que inspirou o nome artístico de Germanotta.

O produtor assegura, além disso, que foi ele quem “limou” as qualidades como compositora de Gaga — conhecida tanto por sua voz potente quanto pelo vestuário provocativo com o qual aparece em público — e quem a convenceu a somar sons “dance” ao seu repertório.

Lady Gaga acaba de publicar um videoclip dirigido pelo sueco Jonas Akerlund para a música “Telephone”, em que aparece junto a Beyoncé Knowles. O vídeo se transformou em um dos mais vistos na internet nos últimos dias.

Leia mais
Comente

Hot no Donna