Excesso de açúcar pode acelerar o envelhecimento da pele

Estudos recentes mostram que uso de um nutriente natural pode evitar flacidez

Foto: Jefferson Botega

A ligação das moléculas de açúcar a proteínas no organismo, conhecido como glicação, é um processo natural que provoca o enrijecimento celular. Na pele, seu efeito é percebido com a perda da elasticidade e firmeza da derme, causando flacidez e favorecendo o envelhecimento da pele, além do surgimento de marcas de expressão – como as rugas.

Segundo a dermatologista Flávia Addor, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, regional de São Paulo, estudos recentes sobre o uso da carnosina se mostram promissores no combate ao envelhecimento cutâneo.

? A carnosina é um nutriente natural que existe no organismo, mas cuja presença diminui com o passar do tempo. O uso de cremes, séruns e filtros solares contendo carnosina impede a ligação do açúcar com moléculas de colágeno – responsável por manter a integridade da derme, garantindo que a pele permaneça saudável por mais tempo ? explica.

 A melhor maneira para evitar a ocorrência exagerada da glicação é manter uma dieta sem excesso de açucares.

? É necessário evitar ao máximo esse processo, pois ele pode gerar problemas em todo o organismo, como leucoma (opacificação da córnea que pode gerar a perda da visão) e doenças vasculares (como embolias e tromboses) devido às alterações da parede dos vasos sanguíneos. Além disso, a ingestão de grandes quantidades de açúcar pode gerar obesidade, além de diversas doenças crônicas, como diabetes e hipertensão ? alerta Flávia.

? Hábitos de vida saudáveis, exercícios físicos moderados, alimentação balanceada e medidas de fotoproteção adequadas, como evitar exposição direta ao sol quando não se estiver devidamente protegido, usar camisetas, chapéus, e aplicar protetor solar com no mínimo FPS 30 a cada 2 horas quando estiver exposto aos raios solares, ainda são as melhores medidas para prevenção ? orienta a dermatologista.

O envelhecimento natural da pele, acelerado principalmente pela emissão de raios ultravioletas pelo sol, é ainda mais potencializado, além da própria glicação, quando aliado ao tabagismo (que provoca constrição das artérias e veias, restringindo a quantidade de oxigênio transportado para as células da pele) e ao estresse oxidativo (um desequilíbrio na desintoxicação celular que contribui para danos em tecidos biológicos).

Para quem já apresenta problemas de envelhecimento da pele, a dermatologista afirma que o Brasil está na rota das tecnologias mais avançadas para tratamentos estéticos e clínicos, com o uso difundido de técnicas de laser, peeling, raios infravermelhos, radiofreqüência e preenchedores.

Leia mais
Comente

Hot no Donna