Falar demais sobre os problemas deixa as mulheres estressadas

Quanto maior for a duração da conversa, maior o risco de aumentar a preocupação

Sair do ritmo acelerado ajuda a ter mais qualidade de vida
Sair do ritmo acelerado ajuda a ter mais qualidade de vida Foto: AP Photo/Morry Gas

Encontrar as amigas para reclamar da vida pode não ser uma boa ideia, mostra um estudo feito pela Universidade de Oklahoma. Um ombro amigo pode ajudar nos momentos difíceis, mas falar dos problemas o tempo todo aumenta o nível de hormônios do estresse como o cortisol. O efeito é maior nas mulheres, que costumam ficar mais tristes, irritadas ou deprimidas após uma conversa com as amigas.

? Focar nas emoções negativas traz um impacto ruim à saúde física e mental das mulheres ? afirma a psicóloga Jennifer Byrd-Craven, coordenadora da pesquisa.

Estudos ligam o estresse crônico à pressão alta, um sistema imunológico fraco e um acúmulo maior de gordura na região abdominal. Pessoas muito estressadas estão mais sujeitas a doenças como infartos e derrames.

Segundo Jennifer, não há dúvidas de que ruminar os problemas com as amigas pode ajudar a criar laços mais fortes, mas também aumenta os níveis de estresse e ansiedade. No estudo, as 44 participantes tiveram que responder questionários sobre temperamento, estilo de vida e resolução de problemas. Depois, tinham que resolver algumas tarefas em grupo.

Por amostras de saliva, os pesquisadores identificaram que o nível de estresse era maior naquelas mulheres que, em vez de criarem um plano para resolver um problema, ficavam discutindo todas as formas de lidar com a determinada tarefa.

? Enquanto discutimos problemas, ativamos a parte do cérebro relacionada ao controle do estresse. Quanto maior for a duração da conversa, maior o risco de acabar se contaminando com a preocupação e a negatividade.

Leia mais
Comente

Hot no Donna