Fatores como ansiedade e depressão prejudicam mulheres que querem parar de fumar

Tabagismo entre a população feminina brasileira preocupa os médicos

Mulheres mais jovem usam o fumo para controlar o peso, o que é um erro, dizem especialistas
Mulheres mais jovem usam o fumo para controlar o peso, o que é um erro, dizem especialistas Foto: Fernando Gomes

Segundo o levantamento da Pesquisa Especial do Tabagismo, Petab, realizada em 2008, dos 25 milhões de fumantes no Brasil, 52,1% pensam em parar.

– Os resultados são imediatos na saúde, independentemente da idade, e quanto mais cedo a pessoa para de fumar, maior o benefício – explica Carlos Salgado, psiquiatra e presidente da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas (Abead).

A pesquisa acusou que, em 2008, 9,8 milhões de mulheres no Brasil são fumantes. Apesar de o número de homens que fumam ainda ser maior, a persistência entre as mulheres é grande e preocupa.

– O número de homens tabagistas vem se estabilizando e o de mulheres, aumentando – comenta.

O tabagismo feminino é complexo e implica em questões físicas, pois as mulheres processam de maneira diferente a nicotina no organismo, e psicológicas, associadas às cargas emocionais, mais fortemente presentes nas mulheres.

– O acúmulo de papéis na sociedade distorceu valores como independência e liberdade e os padrões de beleza e estética, somados à complexidade da saúde feminina, resulta em riscos ainda maiores de graves doenças – esclarece Salgado.

De acordo com o relatório O Tabaco e a Mulher, de 2001, do US Departamento of Health and Human Services, nos Estados Unidos, a mortalidade feminina causada por câncer de pulmão aumentou 60% nos últimos 50 anos. E ainda, atualmente, a Organização Mundial da Saúde, aponta que o câncer de pulmão é a segunda maior causa de morte por câncer entre as mulheres.

Outra questão fundamental é a publicidade do tabaco voltada às mulheres, que explora beleza, sensualidade, auto-afirmação e ascensão social para conquistá-las.

Em muitos casos, o tabagismo feminino está associado a sentimentos como solidão, tristeza e ansiedade.

– Fatores como ansiedade e depressão dificultam a cessação do fumo entre as mulheres – diz o especialista.

Também foi difundida entre o sexo feminino a relação entre cigarro e emagrecimento. De acordo com pesquisas recentes, as adolescentes, grupo mais insatisfeito com a aparência, são as que mais usam o cigarro com o intuito de controlar o peso.

Ressaltando os benefícios de parar de fumar, destacam-se pontos como:

:: redução do risco de doença coronariana
:: redução do risco de câncer de pulmão (90% das mortes por câncer de pulmão são causadas pelo tabaco)
:: diminuição do chamado tabagismo passivo
:: melhoria da qualidade de vida como um todo

Investir na prática de atividades físicas e técnicas de relaxamento também auxilia no processo de cessação.

– Vantagens não faltam, mas vale lembrar o maior de todos os benefícios: mais vida -encerra o psiquiatra Carlos Salgado.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna