Fazer xixi na cama é natural na infância, mas a partir de certa idade requer atenção

Se a situação persiste depois dos cinco, seis anos, é preciso investigar as causas

Buscar informações sobre o local onde o filho irá ficar traz segurança aos pais
Buscar informações sobre o local onde o filho irá ficar traz segurança aos pais Foto: Marcelo Oliveira

“Que feio, fazer xixi na cama na sua idade!”. Essa, infelizmente, é uma expressão comum a muitos pais quando percebem que seus filhos “molharam” a cama durante a noite. Especialistas explicam, no entanto, que a perda involuntária de urina durante a noite é completamente natural na primeira infância, mas, se prolongada, pode ser um sintoma de diversos problemas, como infecções e distúrbios intestinais. É quando ela se torna uma doença, conhecida como enurese noturna. Por isso, não adianta brigar: xixi na cama se resolve com muito diálogo e ajuda especializada.

A diretora do departamento de Urologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, Nilzette Bresolin, confirma que até certa idade o xixi na cama é algo completamente normal.

? Não existe uma idade exata para a criança parar de fazer xixi na cama, mas, em geral, é entre os cinco ou seis anos que ela deve conseguir ir apenas no banheiro. Se, a partir dessa idade, ela ainda continuar, não necessariamente vai haver um problema físico, mas os pais já devem procurar um médico para verificar se está tudo em ordem ? aponta a médica.

A psicóloga infantil Girlene Marques Pinheiro explica que, quando o problema for psicológico, é importante os pais avaliarem o contexto em que a criança está.

? É preciso avaliar se o problema é gerado pela entrada de um novo membro no núcleo familiar, se os pais são excessivamente ansiosos ou se ela está se sentido pressionada. Todas as nossas ações são uma forma de comunicação, e o xixi na cama pode significar que a criança está passando por um problema sério ? explica.

Deixar a criança envergonhada pode piorar a situação

Para Girlene Marques, se a atitude dos pais for incorreta, pode gerar diversos problemas aos pequenos.

? Em hipótese alguma deve-se castigar a criança. Também não se deve adotar aqueles discursos bastantes comuns de “Olha que coisa feia, uma criança desse tamanho fazer isso” ? opina.

Ela conta que esse tipo de atitude pode piorar ainda mais a situação.

? Em geral, elas já se sentem chateadas quando isso acontece. Sentar-se com ela e dizer “O que podemos fazer para resolver isso” dá muito mais confiança para a criança, que, caso não tenha nenhum outro problema biológico, conseguirá superar essa fase ? conclui.

Saiba mais
:: O termo médico para o popular xixi na cama é enurese noturna – quando a criança urina durante o sono mesmo na idade em que já deveria conseguir controlar a urina.
:: Os médicos orientam que, se entre os cinco e seis anos o problema ainda ocorre, é melhor procurar orientação médica.
:: Embora seja ligeiramente mais comum entre meninos, também pode acontecer com meninas.
:: Caso a enurese não seja tratada, ela pode causar diversos prejuízos. O principal reflexo é psicológico, como a perda da autoestima.
Fonte: Nilzette Bresolin

Leia mais
Comente

Hot no Donna