Filho de jornalista, George Clooney critica publicação de histórias falsas sobre celebridades

Foto: Miguel Rajmil, EFE

George Clooney – filho de jornalista e um homem que teve muitos centímetros/coluna dedicados à sua vida – foi questionado na última quarta-feira sobre a obsessão da mídia com as celebridades. Ele respondeu:

– O que quer que você responda, você está morto, certo?

Clooney falava no festival de cinema de Londres antes do lançamento na Inglaterra de seu filme The Men Who Stare at Goats, baseado no livro homônimo de Jon Ronson’s. Ele disse que era solidário aos jornalistas.

– Eu sou filho de um repórter, eu cresci em volta da notícia – ele disse. – É uma coisa complicada, você tem que vender jornais, eu entendo. O problema é que há muito pouca reportagem hoje em dia. Alguém escreve uma história e ela estará em 1800 lugares diferentes e você não pode fazer nada. Vai ser falso, e você vai argumentar que não é verdadeiro, e eles vão te dizer “nós não estamos dizendo isso. Estamos dizendo que um tabloide inglês disse isso”.

Kevin Spacey, que estrela o filme ao lado de Clooney, disse:

– Eu não entendo por que o interesse em escolher algo falso. Mesmo se você se presta a dizer “esta história não tem fundamento”, eles escrevem que você negou que a história seja verdadeira. O que não é a mesma coisa que dizer “o que escrevemos estava totalmente errado”.

Um novo documentário, chamado Starsuckers, mostra produtores alimentando os jornais com histórias falsas de celebridades, e muitas delas acabam publicando informações sem verificar a veracidade.

Leia mais
Comente

Hot no Donna