Flare curta, sapatos “ugly” e gola-laço: como usar as tendências mais difíceis da temporada | Moda Na Real

A coluna desta semana vem inspirada pelo trabalho de uma das raras blogueiras que amamos, a nova-iorquina Leandra Medine, do atiradíssimo Man Repeller, que, como o título sugere, costuma apresentar – e vestir, óbvio – tendências que provocam certo estranhamento na ala masculina. Sim. Hoje, parecidinho com Leandra, vamos falar daquelas peças que muita fashionista ama, que a maioria das mulheres tem certa resistência em vestir e que todos os homens (tá bom, tira três ou quatro dessa lista, ok?) acha horrorosa e nada sexy, ou seja, as verdadeiras repelentes de homens. Escolhemos três tendências fortes do próximo verão que vão torcer certos narizes, mas a gente vai tentar amenizar qualquer pavor com algumas dicas de como usar melhor. Vamos lá?

Mais Moda na Real?
:: Tipo Audrey Hepburn! Inspirações para usar calça capri
:: Casaco camelo, um clássico a qualquer hora
:: Por que camisa branca é uma peça essencial e camaleão?

Calça flare curta e com cintura alta, a cropped flare

Socorro! Ao vermos a primeira vez o tal modelo, a luzinha do bom senso acendeu de imediato na nossa mente: se no cabide já tá provocando aversão, imagina as versões que vamos ver nas ruas?! Medo delas. Com comprimento complicado, para usar um termo gentil, esta calça, ao contrário da sua prima de versão longa, tende a achatar a silhueta. Testando, descobrimos que ela não é uma bruxa tão má quanto parece e que a maior dificuldade na hora de usar é eleger um sapato adequado, que não comprima ainda mais o corpo. Embora as fashionistas teimem em usá-la com botas, se você quiser adotar a dita, o melhor mesmo é combiná-la a sandálias abertas ou com scarpin bem decotado. Também vale usar com tops mais curtos, deixando o cós da calça praticamente em evidência, o que também vai dar uma mãozinha no equilíbrio da silhueta.

 

Ugly shoes, os sapatos “feiosos”

Vamos ser sinceras? Parece que os designers de sapatos mais moderninhos decidiram limitar a feminilidade no caminhar, como uma  vingança ao serpentear feminino, graças ao layout pesado, aos solados tratorados, aos saltos emborrachados, aos blocos de madeira, aos modelos masculinizados que têm ilustrado editoriais e look-books dos mais estilosos mundo afora. Os sapatos ditos estranhos são uma tendência que tem se delineado há algumas temporadas e que promete ficar cada vez mais potente. O que fazer? Se você curtir – sim, é preciso curtir para adotar qualquer coisa na vida –, combine-os com peças mais leves, bem femininas e de apelo mais sensual, já que são excelente contraponto, como um elo precioso entre o romântico e o andrógino. Pode apostar!

 

Camisa-laço

Tá. Você vai dizer que esta peça não é nenhuma grande novidade e que também não é lá tão estranha. Certo para duas questões, mas vamos aos fatos: ela surge como uma tendenciona e pode resultar em um visual careta, deixando tênue a linha entre o novo e o desatualizado. Ou seja, envelhece o visual na hora quando acompanhada erradamente. Eis a nossa sugestão: se quiser usar a charmosa camisa com gola-laço sem parecer a Margaret Thatcher (lembra dela? Ui!) combine-a com peças mais despojadas. Aposte em jeans (perfeito), em shorts, em vestidos de corte evasê, em calças jogging, em saias de tecidos casuais, como o moletom. Se combinar com alfaiataria, invista em texturas e estampas diferenciadas, que atualizem o look, como padronagens divertidas ou bem coloridas.

Leia mais
Comente

Hot no Donna