Gisele Bündchen defende o aleitamento materno nos primeiros meses do bebê

Top model acha que amamentação deveria ser "obrigatória" por lei

Gisele com Benjamin e o marido, Tom Brady, no casamento da irmã em Barra do Ribeiro (março/2010)
Gisele com Benjamin e o marido, Tom Brady, no casamento da irmã em Barra do Ribeiro (março/2010) Foto: Andrea Graiz/Especial

A top Gisele Bündchen não apenas é ativista de causas ambientais, mas também agora se pronuncia para as gestantes e mães de recém-nascidos.

Em entrevista à revista Harper’s Bazaar britânica, a modelo opinou que deveria existir uma lei obrigando a amamentação nos primeiros meses da criança.

? Algumas pessoas nos Estados Unidos pensam que não precisam amamentar. E eu penso: ‘Como alguém quer dar comída indutrializada para o seu filho ainda tão pequeno?’. Deveria existir uma lei mundial, na minha opinião, obrigando as mães a amamentarem seus bebês por seis meses.

Gisele é mãe de Benjamin, agora com sete meses.

A declaração da modelo foi motivada por uma recente polêmica envolvendo a atriz Denise Van Outen, que afirmou ter desistido de amamentar sua filha de um mês de idade porque não quer “ser flagrada por papparazzi” dando de mamar.

Leia mais
Comente

Hot no Donna