Governo dos EUA aprova substância que estimula crescimento de cílios

Efeitos colaterais podem envolver escurecimento do olho

Foto: Divulgação, Agência O Globo

A empresa farmacêutica Allergan Inc. anunciou que um de seus produtos, criado para estimular o crescimento dos cílios, foi aprovado para comercialização pelo FDA, agência do governo americano que regula fármacos e alimentos. Com isso, a droga Latisse, que já é usada para tratar glaucoma, ganha um uso cosmético.

O Latisse trata a chamada hipotricose dos cílios, situação na qual esse tipo de pêlo não cresce adequadamente. Aplicado uma vez por dia na base dos cílios superiores, o medicamento aumenta a espessura e a força dos pêlos e também os torna mais escuros. O resultado completo vem após 16 semanas de uso, mas não é permanente: os cílios voltam a seu estado natural se o tratamento for descontinuado.

A droga já é aprovada para uso com o nome Lumigan, servindo para tratar efeitos do glaucoma. Foi então que os pesquisadores notaram que a substância estimula o crescimento dos cílios. O princípio ativo, o bimatoprost, é o mesmo para ambas.

Os efeitos colaterais mais comuns do Latisse são a coceira e a vermelhidão nos olhos. Também é possível que os cílios fiquem com comprimento, espessura e pigmentação diferentes. A terapia também pode mudar permanentemente a cor do olho para castanho, embora esse efeito não tenha sido relatado nos estudos clínicos, informou a Allergan.

Leia mais
Comente

Hot no Donna