Hormônio cortisol pode ser o grande responsável pelas gordurinhas a mais

Em excesso, o cortisol provoca retenção de líquido e acúmulo de gordura

Para combater celulites é preciso eliminar as toxinas acumuladas no corpo
Para combater celulites é preciso eliminar as toxinas acumuladas no corpo Foto: Reprodução

Se você anda fazendo tudo direitinho, mas a balança continua estacionada, pode ser que o cortisol seja o grande culpado pelo platô da sua dieta.

Cortisol é um hormônio que possui várias funções no organismo. Em situações de perigo é capaz de nos deixar em condições de agir com a rapidez necessária. O problema, como quase tudo, é o excesso.

O excesso de cortisol, desencadeado principalmente pelo estresse, faz as glândulas supra-renais trabalharem mais  e, em excesso, provocam retenção de líquido e acúmulo de gordura.

Acontece que quando o corpo está em alerta o cortisol diminui a queima calórica para poupar energia em caso de algum perigo. Nosso cérebro não distingue ameaças reais de imaginárias.

Outro efeito negativo do cortisol é que ele ativa o sistema de recompensa do cérebro que atua no controle e no gasto do acúmulo energético e no metabolismo de açúcares e gorduras. Se estimulado constantemente, como acontece no caso de estresse crônico, gera aumento de apetite e alterações que facilitam o armazenamento de gordura.

Outro agravante é que o cortisol é capaz de modificar o paladar. Isso mesmo. Pessoas estressadas tendem, a buscar conforto em alimentos calóricos e gordurosos, como bolos e frituras.

Isso se explica porque carboidratos simples se transformam rapidamente em energia e elevam a serotonina, substância que proporciona bem-estar.

A saída

Para baixar os níveis de cortisol, as medidas são simples:

:: Pratique exercícios físicos com regularidade. Ele aumentam a endorfina, que proporciona bem-estar, e reduzem o estresse.

:: Tenha cuidado dobrado com a alimentação. Para controlar a liberação de cortisol é importante comer logo após acordar e logo depois dos exercícios. O café da manhã garante níveis adequados de cortisol ao longo do dia, pois é o horário em que ele tem sua produção mais acentuada.

:: Durma bem. Durante o sono o cortisol atinge seus níveis mais baixos e o hGH (hormônio do crescimento) está no seu no seu nível mais alto. Sem dormir bem a produção desses hormônios, ficará prejudicada e isso dificultará a formação da massa muscular, e quanto menos massa muscular, menor a queima de gorduras.

:: Consuma menos cafeína. A cafeína aumenta os níveis de cortisol. Para isso basta o consumo de 2 a 3 xícaras de café. Cuidado, não é só o café que possui cafeína: o chá preto, os refrigerantes com cola possuem quantidades consideráveis de cafeína em sua composição.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna