Ilha de Capri vai cobrar taxa de preservação de turistas

Ilha de Capri é um dos destinos de férias mais caros da Itália
Ilha de Capri é um dos destinos de férias mais caros da Itália Foto: Divulgação

A ilha italiana de Capri, em frente à costa de Nápoles, vai cobrar dos turistas uma taxa que ajude na “manutenção do alto nível dos serviços” da localidade, um dos destinos de férias mais caros da Itália, de acordo com o jornal La Stampa.

A publicação traz declarações do prefeito de Capri, Ciro Lembo, segundo quem a iniciativa não visa garantir o “luxo” do lugar, mas limitar o turismo de um só dia, que gera um elevado volume de lixo.

– No último ano, gastamos 4 milhões de euros para eliminar o lixo e os resíduos acumulados. Não podemos pedir este dinheiro aos habitantes do lugar – explicou Lembo. 

Até o momento, não foi definido o valor exato da nova taxa. Mas a ideia é embuti-la no preço das balsas que ligam a ilha ao continente.

A imposição de uma taxa aos turistas foi sugerida em 2006, mas só no fim do ano passado foi finalmente aprovada pelo Legislativo municipal. A decisão, no entanto, gerou críticas. O vereador Constantino Federico, por exemplo, disse que, em vez de melhorar os serviços da ilha, a taxa aumentará o turismo de curta permanência e os problemas relacionados a ele.

Leia mais
Comente

Hot no Donna