Indiamara Deggenore é a nova gaúcha a conquistar as passarelas internacionais

Natural de Faxinalzinho, modelo de 18 anos já conquistou um currículo de top

Indiamara Deggerone: 18 anos e um currículo de top
Indiamara Deggerone: 18 anos e um currículo de top Foto: nao se aplica

Dois anos após ter saído de Faxinalzinho, uma cidade com 2,6 mil habitantes, localizada a 424 quilômetros de Porto Alegre, Indiamara Deggerone, 18 anos, já conquistou um currículo de top. Da vida simples, quando ajudava o pai a trabalhar no campo, restou apenas o sorriso e o jeito meio infantil. Agora, Indiamara vive no circuito Paris, Milão, Nova York. Já trabalhou para grifes de luxo como Mulberry, Marc Jacobs, Rodarte e Comme des Garçons.

A jovem de 1m78cm de altura decidiu que queria ser modelo aos 15 anos. Aos 16, saiu de casa para a sua primeira temporada internacional, na Argentina.

– Foi bem difícil me adaptar fora de casa – lembra.

Apesar de estar no início da carreira, ela diz que já passou por algumas saias justas, uma delas em especial:

– Foi na semana de moda de Nova York. Estava presa no trânsito e atrasada para o desfile da Mandy Coon. Cheguei cinco minutos antes de começar a apresentação e ainda tinha que fazer maquiagem e colocar a roupa. Levei um xingão horrível da produtora do desfile, mas no fim deu tudo certo.

A modelo desembarcou no Brasil para fazer quatro desfiles na São Paulo Fashion Week, a principal semana do calendário da moda nacional. Cada vez mais habituée do mundo fashion, ela já revela suas preferências.

– Uso muito preto e meu estilo é meio roqueira.

No rosto, não sai de casa sem blush e rímel preto da Maybeline, sua marca preferida.

– Tenho cílios grandes e gosto de valorizá-los.

Se a gaúcha ousa na escolha das roupas, o contraste aparece nos gestos e no tom de voz delicado, quase inaudível. Talvez seja justamente esse paradoxo o segredo para o destaque da jovem em uma profissão tão disputada. Apesar de ter conquistado visibilidade no mercado internacional, ela diz que ainda tem um sonho: desfilar para as grifes francesas Prada e Chanel, mas antes correr atrás deste objetivo: passar 15 dias em Faxinalzinho com a família, que não vê desde janeiro.

Leia mais
Comente

Hot no Donna