Infográfico: saiba a quantidade de açúcar dos alimentos e como evitar os excessos

Alto consumo desse nutriente é uma das principais causas da obesidade

O açúcar atua no fornecimento de energia ao corpo, que quando não utilizada, gera acúmulo de gordura
O açúcar atua no fornecimento de energia ao corpo, que quando não utilizada, gera acúmulo de gordura Foto: Ricardo Chaves

Na semana do Dia Mundial do Diabetes, o alerta para o consumo excessivo de açúcar se estende também às pessoas que não têm a doença nem histórico dela na família. Segundo a nutricionista Anália Barhouch, o alto consumo desse nutriente é uma das principais causas da obesidade, uma doença grave, que está relacionada a uma série de outras patologias.

Veja o infográfico abaixo, descubra as quantidades de açúcar nos alimentos mais consumidos e saiba como fugir dos excessos:

O açúcar atua no fornecimento de energia ao corpo. De acordo com Anália, quando não utilizada, essa energia se transforma em gordura e fica acumulada no corpo. Nestes casos, a produção de insulina, responsável por captar o açúcar do sangue (glicose), aumenta:

? Os altos níveis de insulina no organismo dificultam o controle e a manutenção do peso ? explica Anália.

Além disso, o excesso de gordura abdominal, no caso de pessoas obesas, pode dificultar a ação da insulina e até causar o desenvolvimento do diabetes.

O risco se esconde principalmente nas pessoas que não sabem da existência da doença. Segundo a nutricionista, quando o pâncreas, órgão que produz a insulina, não trabalha adequadamente para suprir os níveis mínimos de insulina, e a pessoa continua a consumir açúcar, ocorre um excesso de glicose no organismo. As consequências são problemas renais, problemas de visão e dificuldade de cicatrização.

Quem sofre de diabetes, mesmo fazendo o controle da insulina, não deve consumir açúcar. Da mesma forma, as pessoas que não têm a doença devem ter cautela no consumo.

Leia mais
Comente

Hot no Donna