Ivete Sangalo e sua produtora estão na mira da Justiça

Ex-baterista teria acusado a baiana de sonegação fiscal e de tributos trabalhistas

Cantora diz que empresas que trabalham com seus shows são independentes, apesar de serem administrada pela mesma pessoa
Cantora diz que empresas que trabalham com seus shows são independentes, apesar de serem administrada pela mesma pessoa Foto: Cacau Mangabeira

O processo trabalhista e fiscal contra Ivete Sangalo e sua produtora, a Caco de Telha Produções Artísticas Ltda, não corre mais em sigilo de Justiça. O músico Antônio da Silva, ex-baterista da cantora, pediu R$ 5 milhões por danos trabalhistas.

Ele teria acusado a baiana de usar a Banda do Bem ? empresa é formada por músicos que acompanham a cantora ? como fachada para sonegação fiscal e de tributos trabalhistas. Para evitar a contratação formal dos músicos, ela teria obrigado todos a abrirem firmas.

Em sua defesa, ela argumenta que a prestadora de serviços era independente da empresa que produz seus shows, apesar das duas serem administradas pelo seu cunhado e sócio, Luiz Paulo de Souza Nunes.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna