Jogador Kaká rompe com a Igreja Renascer

Um dos motivos apontados é o descontentamento do jogador com a administração

Caroline Celico e Kaká. Em 2009, o jogador teria contribuído com o dízimo de, pelo menos, R$ 2,36 milhões
Caroline Celico e Kaká. Em 2009, o jogador teria contribuído com o dízimo de, pelo menos, R$ 2,36 milhões Foto: Luca Bruno, AP

Compartilhar

O jogador de futebol Kaká e a mulher, Caroline Celico, romperam com a Igreja Renascer. A instituição confirmou o desligamento do casal, mas não revelou o motivo.

De acordo com a revista Veja, o fato teria ocorrido há cerca de quatro meses.

? Não vou fazer nenhum comentário. Cada um tem o seu ponto de vista sobre inúmeros assuntos ? disse Caroline à revista. Segundo a publicação, Kaká teria ligado para o fundador da igreja, Estevam Hernandes, para falar sobre a saída.

Conforme reportagem do jornal O Dia, uma das hipóteses para o rompimento seria um desentendimento entre a mulher do jogador e a filha de Hernandes, Fernanda. Outro motivo também pode ser o desagrado de Kaká com a administração da Renascer.

Em 2007, o fundador da igreja e a mulher dele, Sonia, foram presos ao chegar em Miami com US$ 50 mil, que não teriam sido declarados. Parte do dinheiro estaria escondida em uma bíblia.

Segundo O Dia, Kaká tem doado grandes somas em dinheiro à igreja. Só em 2009, o jogador teria contribuído com o dízimo de, pelo menos, R$ 2,36 milhões.

Em agosto, quando parte do teto da sede da Renascer desabou na Mooca, em São Paulo, o jogador teria consultado um perito e descoberto que houve negligência. Em janeiro de 2009, nove pessoas morreram e 106 ficaram feridas em outro acidente em um templo da Renascer.

>> Conheça a página do DC no Facebook
>> Acompanhe o DC no Twitter

Leia mais
Comente

Hot no Donna