Justiça italiana encerra batalha legal de 40 anos entre Sophia Loren e o fisco

Processo foi aberto depois que atriz não declarou nenhuma renda no ano de 1974

Foto: MSC

A justiça italiana encerrou nesta semana uma disputa legal de quase 40 anos entre a atriz italiana Sophia Loren e as autoridades fiscais do país. O processo foi aberto após a declaração de impostos da atriz de 79 anos, que mora na Suíça, de 1974, na qual ela não declarou nenhuma renda.

Alguns anos mais tarde, Sophia Loren recebeu uma notificação do fisco com a advertência de que deveria pagar 920 milhões de liras da época em impostos. Depois de ter aceitado pagar 60% do valor em 1980, a atriz considerou que o restante da quantia não poderia ser cobrado em consequência de uma lei de anistia fiscal de 1982.

A Corte de Cassação italiana validou nesta quarta-feira a posição de Loren e aceitou que os 40% restantes não sejam pagos.

? Uma saga que dura quase 40 anos terminou ?, declarou Sophia Loren ao jornal La Stampa.

Para o advogado Giovanni Desideri, a Corte de Cassação “acabou com um caso kafkiano”.

A atriz, que iniciou a carreira em 1950, passou 17 dias na prisão em Caserta em 1982, por outro caso de fraude relacionado aos anos 1970. Sophia Loren recebeu o Oscar de melhor atriz em 1962 por Duas Mulheres, de Vittorio De Sica, e em 1991 recebeu um Oscar honorário pela carreira.

 

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna