Laboratórios retiram antecipadamente emagrecedores do mercado

Agência deve divulgar parecer técnico sobre a proibição em 15 dias

Bono, do U2, durante show em São Paulo em abril deste ano
Bono, do U2, durante show em São Paulo em abril deste ano Foto: Nelson Almeida/AFP

Dois dos maiores fabricantes de sibutramina no Brasil já retiraram seus medicamentos do mercado voluntariamente, antes mesmo de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidir se proíbe ou não a venda no país.

O laboratório Abbott, que fabricava o medicamento de referência, optou por retirar o emagrecedor do mercado brasileiro em novembro do ano passado, assim como fez nos EUA. A Medley, laboratório líder em genéricos no Brasil, também decidiu encerrar a produção de sibutramina voluntariamente, em fevereiro deste ano, depois que a Anvisa sugeriu a retirada do mercado.

Leia mais
Comente

Hot no Donna