Lily Allen causa polêmica ao declarar apoio ao aborto

Cantora se manifestou contra diminuição do tempo dado a mulheres britânicas para abortar

Foto: thibault camus

Lily Allen usou o Twitter para mostrar toda sua indignação sobre uma lei que restringe possibilidades de aborto. A cantora, que está grávida de seu segundo filho, disparou uma sequência de mensagens que tinha como alvo o secretário de saúde do Reino Unido, Jeremy Hunt. Ele tenta reduzir de 24 para 12 o semanas de gravidez o tempo para que uma mulher britânica possa abortar.

– O dia em que o número de famílias com pais solteiros for igual ao número de famílias com mães solteiras é o dia em que começarei a ouvir suas opiniões. É muito difícil trabalhar e ter um bebê ao mesmo tempo, porque um bebê não pode ficar em casa sozinho enquanto você trabalha – postou Lily em seu perfil, que tem mais de três milhões de seguidores,

A cantora se casou no ano passado com o produtor Sam Cooper e agora assina como Lily Rose Cooper. O segundo bebê de Lily deve nascer em dezembro.

Leia mais
Comente

Hot no Donna