Livro ensina truques e receitas de donas de casa à moda antiga

"Como Pregar um Botão" traz dicas preciosas da época das vovós

Livro ensina, é claro, a pregar botões
Livro ensina, é claro, a pregar botões Foto: Divulgação

Prendada mesmo era sua avó. Foi partindo dessa premissa que a jornalista americana Erin Bried lançou Como Pregar um Botão E Outras Coisas Úteis que sua Avó Sabia Fazer, que chega às livrarias. Como anuncia o título, o objetivo é justamente apresentar a mulheres da Geração Y truques e dicas que passavam de mãe para filha e foram se perdendo desde que as mulheres trocaram o avental pelos bancos das universidades e dos escritórios.

A esta altura, as leitoras que conciliam carreira, filhos e vida social e ainda têm tempo para bordar o enxoval do caçula, fazer pães e bolos no final de semana ou manter uma mini-horta já estão torcendo o nariz. Claro, há exceções ? muitas até. Mas o que Erin percebeu em seu próprio dia a dia ? quando o jantar vem muitas vezes de uma caixa de pizza, o café da manhã é uma barra de cereais e mais plantas do que ousa admitir sucumbem à falta de cuidados – não é muito diferente do que muitas mulheres (e homens) vivem hoje na capital ao sul do Brasil.

Em 2009, o estudo Mulher Porto-alegrense, da Rohde & Carvalho Diagnóstico e Pesquisa, revelou que 13,1% de uma amostra de 291 mulheres não realizavam nenhum tipo de tarefa doméstica. Entre as que não tinham filhos, priorizavam a carreira e eram independentes financeiramente, o percentual subia para 44%.

Foi para essas mulheres que Erin dedicou-se a compilar receitas, truques e segredos de donas de casa por excelência, com ajuda de um time de 10 avós. O objetivo da redatora da revista americana Self, em Nova York, não é convocar as mulheres a voltar para casa, e sim facilitar a vida de quem, como ela, quer temperar a correria cotidiana com um bolo feito em casa no café da manhã ou curte a ideia de presentear alguém com um cachecol tricotado à mão.

O livro oferece dicas úteis para, por exemplo, dobrar um lençol com elástico, remover manchas difíceis, eliminar mofo de roupas e azulejos, aliviar queimaduras, montar arranjos de flores, plantar temperos na floreira, fazer pão, enrolar um recém-nascido ou preparar um coquetel. Em 12 passos, é possível até fazer sua própria geleia de morango.

Há, contudo, dicas que subestimam mesmo a mais inexperiente das donas de casa, como os ensinamentos para lavar louça e limpar o chão. Um conselho desconsidera até o mais mínimo instinto de autopreservação: Erin ensina como se defender em situações de perigo dizendo “atraia o máximo de atenção para si. Grite, berre, toque um apito”. Outras dicas, ao contrário, podem superestimar o ímpeto “faça você mesmo”, como as regras para produzir seu próprio avental ou costurar um travesseiro. Mas o livro mostra-se mesmo defasado (ou ingênuo) quando desanda para a autoajuda, ensinando, por exemplo, como ser “uma boa parceira”: “Se puder, esteja em casa quando ele chegar do trabalho”. Em passagens como essa, percebe-se o quanto o mundo mudou desde os tempos das vovós consultadas por Erin.

Descontados tais anacronismos, Como Pregar um Botão é bom livro para se ter à mão em caso de emergência, quando o vestido favorito ficar manchado de vinho ou simplesmente bater aquela vontade de, nem que seja por uma tarde, brecar a correria diária para curtir a cozinha e a casa. E, com esse objetivo, o manual de Erin é mesmo um achado.

“Como Pregar um Botão”, de Erin Bried, é um lançamento da Civilização Brasileira, tem 320 páginas e preço médio de R$ 37,90.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna