Lula propõe discussão sobre aborto

Presidente quer acabar com tabu que envolve o assunto, apesar de ser contrário à prática

Em discurso na 11ª Conferência Nacional de Direitos Humanos, Lula defende que aborto seja discutido
Em discurso na 11ª Conferência Nacional de Direitos Humanos, Lula defende que aborto seja discutido Foto: Wilson Dias, ABr

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu ontem a realização no país de um debate a respeito da legalização do aborto – embora tenha ressalvado ser contrário à prática.

As declarações foram feitas na abertura da 11ª Conferência Nacional de Direitos Humanos. O presidente afirmou que o assunto não pode ser tratado como tabu.

– Não se trata de ser contra ou a favor. Trata-se de nós discutirmos com muita franqueza que é uma questão de saúde pública. Se perguntarem para mim, eu já disse abertamente: eu sou contra – declarou.

O presidente afirmou que brasileiras ricas fazem abortos em outros países, enquanto as pobres sofrem.

– Quantas madames vão fazer aborto, até em outro país, e as pobres morrem na periferia dos grandes centros urbanos. Essa é uma coisa que temos de debater.

Leia mais
Comente

Hot no Donna