Marcas proíbem processo nocivo de tratamento do jeans

A areação pode causar problemas pulmonares graves aos trabalhadores

Processo de desgaste do jeans pode causar silicose
Processo de desgaste do jeans pode causar silicose Foto: Stock Photo

A Casa Versace comprometeu-se a não mais utilizar a areação, um processo de tratamento do jeans que consiste em esfregar o tecido com areia. A técnica revelou-se potencialmente mortal para os trabalhadores. O grupo de luxo italiano sensibilizou-se com uma campanha da aliança Clean Clothes Campaign (CCC).

A areação consiste em projetar areia sob alta pressão nos jeans, numa espécie de lavagem industrial, para dar um aspecto gasto ao tecido. Segundo o CCC, o tratamento é perigoso e já vitimou trabalhadores na Turquia e em Bangladesh.

A inalação de poeira de silício liberada durante o processo pode causar silicose, uma infecção pulmonar potencialmente mortal.

– A Casa Versace decidiu, assim, unir-se aos líderes do setor que defendem a eliminação dessa técnica – informou o grupo em comunicado.

Outras grifes como Gucci, H&M e C&A também proibiram o uso da areação em seus jeans.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna