Medicamento contra câncer de mama pode combater danos ao pulmão

Relatório foi publicado nesta segunda-feira

O tamoxifeno, um medicamento antiestrogênio utilizado para o tratamento de certas formas de câncer de mama, também pode contribuir para reduzir a mortalidade em pessoas com câncer de pulmão, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira pelo The Cancer Journal dos Estados Unidos.

Estudos anteriores haviam demonstrado que as mulheres que faziam terapia hormonal com estrogênio para tratar os efeitos da menopausa tinham um risco maior de morrer por câncer de pulmão.

A pesquisa é baseada na suposição de que bloquear os estrogênios pode melhorar a sobrevivência em pessoas com câncer de pulmão. Cientistas examinaram 6.655 mulheres que tiveram câncer de mama entre 1980 e 2003, segundo o registro de tumores de Genebra, das quais 3.066, ou 46%, receberam tratamento com antiestrogênios.

O relatório, coordenado pela doutora Elisabetta Rapiti, que acompanhou a saúde das mulheres até 2007, mostra que as pacientes que receberam antiestrogênios tiveram 87% menos risco de morte com câncer de pulmão que as outras. No entanto, o estudo não destaca incidência significativa do tratamento com antiestrogênios para o risco de desenvolvimento de câncer de pulmão.

? Nossas conclusões apoiam a hipótese de que existe uma influência hormonal no câncer de pulmão ? disse Rapiti.

? Se estudos futuros confirmarem nossas descobertas, e determinarem que os agentes antiestrogênio melhoram a sobrevivência das pessoas com câncer de pulmão, isto pode ter um impacto substancial na prática clínica ? completou.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna