Médico recomenda tratamentos que podem ajudar a modelar as curvas

Apesar de tratamentos ajudarem muito, emagrecimento depende de esforço do paciente

Técnicas diminuem centímetros
Técnicas diminuem centímetros Foto: Divulgação

Alguns tratamentos estéticos prometem esculpir as curvas e, ao mesmo tempo, tirar alguns centímetros sem ter que fazer o paciente passar por cirurgia. De acordo com o dermatologista Fernando Passos de Freitas, esses tratamentos podem ajudar muito, mas o emagrecimento depende do esforço do paciente. Apesar dos centímetros perdidos, essas técnicas fazem apenas uma remodelagem corporal.

Confira os tratamentos que o médico selecionou, que podem ajudar a esculpir suas curvas:

:: Indermoterapia:

A Indermoterapia é um tratamento que constitui uma drenagem linfática similar à manual, porém feita com um equipamento eletrônico. A diferença entre a Indermoterapia e a drenagem manual se dá pelo grau do problema do paciente. A primeira age com uma sucção que promove pressão negativa, a qual traz o sangue para a superfície, oxigenando o tecido. O resultado é a melhora do aspecto da pele, além de ajudar a modelar o corpo, coisa que a massagem não faz com tanta precisão.

:: Ultrassom:

O ultrassom é um aparelho de radiofreqüência, utilizado para a redução de inchaços e para potencializar os resultados da Drenagem Linfática e da Indermoterapia, tratamentos que combatem fibroses, celulite e reduzem medidas corporais.

:: Eletroe-estimulação:

Equipamento de contração muscular por meio de choques. Aumenta o tônus dos músculos e promove a oxigenação do tecido. Indicam-se no mínimo 10 sessões. Duas vezes por semana.

:: Manthus:

O Manthus é uma técnica de ultrassom associada a um estímulo elétrico capaz de reduzir medidas e melhorar o aspecto de ondulação da pele, como celulites e estrias. O Manthus age na pele combinando ultrasssom, correntes elétricas e eletroporação. O Manthus pode ser utilizado para redução de gorduras e celulites, no tratamento pré e pós-operatório acelerando a absorção de hematomas e também tratamentos fisioterápicos.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna